Walter Rafael fratura tornozelo, mas passa bem


Atualizado em: 22/Nov/2012.
Na Secom-Pb os repórteres além de trabalhar de segunda a sexta, revezam o plantão no fim de semana, alguns com viagens. Mas 15 de janeiro de 2012, domingo, um dia como qualquer outro, mas que mudou totalmente a rotina de Walter Rafael. Ele que é um dos repórteres fotográfico do Governo da Paraíba que atua operacionalmente.
  • Exibições de luta:
"Jubileu"
No dia 15 de janeiro às 17h, Walter Rafael e o motorista Alan Junior chegam na orla de Tambaú e como não havia shows, foram a outro palco na praia de Cabo Branco em frente a (Av.) Beira Rio, só tinha uma equipe de coordenação do evento. Elas informaram que houve  um peça e teria exibições de luta através da secretaria de esporte e lazer e turismo do estado (PB). Educadamente lamentaram a nossa chegada tardia e desejaram boa sorte no trabalho "realmente eu precisei!", afirma Walter.  
  • Nocaute num vencedor:
E começaram os treinos de boxe,da Academia denominado jubileu para a exibição de luta. A galera agita e o fotógrafo WBR começa a fotografar de vários ângulos com cautela. De inicio só demonstração, no socar light, depois foi a vez dos profissionais de peso lutando Jiu-Jitsu e mais a adrenalina e Walter Rafael lá. "Fiz diversos ângulos na arquibancada baixa e alta, até de baixo na areia, foi quando eu  fiqeui no tatame de luta, aproximadamente 15m por 10m." realça Walter.
A luta profissional chegou ao máximo e comecei a mim deslocar para obter ângulos bons nos nocautes. "Foi quando as areias misturado com a locomoção, me fizeram perder equilíbrio e cai... vi meu pé indo para frente e só escutei na um só voz "O fotógrafo levou nocaute! e quando cai protegi a máquina fotográfica e aguentei o tombo, bati nas costas, mas o com o pé torcido, a platéia perplexa calou-se e todo o evento parou até a chegada de socorro médico e eu fiquei pedindo a Deus que aliviasse as fostes dores, foi quando veio a mente mais sofreu Jesus para ser crucificado e o Senhor me acalmou e esqueci toda dor".
Era mais ou menos 19h 10mim e os lutadores musculosos com muita delicadeza me levaram com segurança para um lugar melhor. Foi quando chegou um profissional de emergência do 1º Batalhão de Busca e Salvamento, do Bombeiro Militar e amigo e começou a fazer os primeiros socorros mas, como ele estava sem sua farta a plateia gritavam que não podia mexer e a plateia ainda parada aguardava alí." relata Walter emocionado...
  • Chegada da SAMU:
Enquanto esperava, os  participantes do evento chamaram o SAMU, mas eles alegavam que todas ambulâncias estavam em ocorrências, foi quando após muito tempo ele mesmo ligou, disse que não era trote e que era jornalista e há vários anos colaborou com áreas de resgate como Bombeiros, Defesa Civil e militares e agora estava com muita dor há quarenta minutos o SAMU chegou, ele se apresentou... atenderam bem, afinal a Secom é assessoria de comunicação do governo e a pessoas que assistiam das arquibancadas laterais ficaram sem reação mas quando ele estava sendo levado pelos socorristas do Samu e lutadores, " eu continuava tirando fotos da própria maca aí a plateia aplaudindo de pé isso isso muito me comoveu e serviu de alivio das dores".
O SAMU levou ele para o "tramuinha" de Mangabeira, já que o hospital de Emergência e Trauma alegou que havia muitas ocorrências graves. Depois aconselhado pelo médico do "trauminha", sabendo que tinha plano de saúde, disse que lá era melhor ir pra UNIMED.
  • UNIMED:
Então, o competente motorista Alan Junior chamou uma ambulância da UNIMED, e intermediou parte desse transporte e os procedimentos no tramuinha entregando a responsabilidade ao irmão Vicente de Paulo Rafael junto da esposa Maria Ângelo, mas conhecida como Nenê que já tramitava os procedimentos na UNIMED. Logo depois chegou sua esposa, Maria de Fátima, que passou a companhar Walter. Já os exames e decisões era resolvidas através de seu irmão Vicente de Paulo, junto os procedimentos do médico responsável Dr. Francisco Guedes, que é Ortopedista e traumatologista, conforme CRM PB 6371, que avisou a família que necessitava de cirurgia para colocação de placa de titânio e parafusos nos dois lados do pé direito.
"Já havia várias horas do acidente e feito os exames radiológicos agora que posso colocar soros analgésico e anti-inflamatório.", disse o Médico. E Walter sentindo muitas dores pedia proteção de Deus. Só após exames que podia ser inserido medicamentos para não altera os resultados dados. Com a apenas o soro o médico reumatologista deu uma breve analise da situação e colocou o tornozelo no lugar, isso sem anestesia para evitar fortes dores, mas foi tanta que passou mal, com náuseas e dores.
Só de 3 horas da segunda puderão ficar num apartamento na UNIMED, a partir daí teve de tomar soros anti-inflamatório e analgésicos por dois dias enquanto não chegasse as placas e parafusos pelo SEDEX de São Paulo. E quase não podia dormir, pois constantemente viam enfermeiras, mas tudo isso em prol de um bom atendimento e do tratamento eficiente. E isso confortava ele, porque mais sofreu Jesus na cruz do Calvário.
  • Cirurgia:
"Quando alguém sabe que vai ser operado numa cirurgia esse paciente de qualquer nação, idade ou cor sente medo, mas quando Deus está a frente de todo intercedendo junto aos médicos e toda equipe auxiliar, não tive mais medo, pois senti no meu coração a a palavra de Deus a Jeremias, não temas porque estou contigo, não te assombres porque sou teu Deus..." afirma Walter.
E chegou o dia 17 de janeiro de 2012, terça feira às 18 horas estava ele pronto para a cirurgia, e ele confessa que estava apreensivo e preocupado, mas com as orações dos irmãos de várias igrejas o Senhor Deus me confortou. Deus deu sabedoria aos médicos e capacidade para administrar o tratamento de seus pacientes. Chegando no segundo andar da UNIMED na sala de cirurgia o médico deu as orientações, depois colocou um pouco de anestesia no soro e em poucos minutos estava dopado. [...]
Depois de 'voltar na real' e ver as radiografias Walter diz que foi aberto o pé direito com 13 pontos do lado direito e dez do lado esquerdo para a plaqueta e oito parafusos de titânio, sendo cinco pequenos e três tamanhos médios.
  • Recuperação- Parte 1:
A cirurgia foi das 18 às 21 hs, para a surpresa dos médicos que achavam que demoraria 4 ou 5 horas, mas Deus colocou as mãos e foi uma benção. As recomendações médicas foram para ficar em total repouso por dois meses sem pisar o pé direito no chão, caso contrário poderia rasgar a carne onde ficou os pinos e provocar danos sérios, nem quero comentar.
Walter está sendo atendido no Centro Paraibano de Ciências Ortopédicas através de convênio pela UNIMED, lá são tratados cirurgias de joelho, ombro, cotovelo, quadril, cirurgias osteo-metabólicas, traumatologia, oncologia ortopédica, medicina do esporte e artroscopia. Entre os cinco médicos do Centro, ele está sendo atendido pelo doutor Francisco Guedes, que pós 24 horas da cirurgia deu alta da UNIMED e haja visto um quadro muito melindroso, de platina, oito parafusos, pontos etc. Com conforto e climatização, o Centro, contam com pronto atendimento em ortopedia e traumatologia, com especialistas de plantão fica localizado na Rua Silvo Almeida, 494, Expedicionários - João Pessoa, PB. Para mais informações do Centro ligue (83) 3244-6317. 
O paciente foi obrigado passa uns 15 dias em uma casa térrea, e seu apartamento é de segundo andar e sem elevador teve que ir para residencia da sua mãe Terezinha Bezerra e três dias apos tirar os pontos ele foi no dia 03 de fevereiro no seu apartamento sendo conduzido por dois obreiros Evangelista Washington Luís e Presbítero José Antônio, ambos da Igreja Sede da Assembleia de Deus, Ministério do Guará (DF) na Paraíba. 
  • Recuperação- Parte 2: Fisioterapia com Dr. Thiago:
Aparelho de Fisioterapia TENS/FES digital
Apesar de Walter Rafael ter decidido iniciar os trabalhos de fisioterapia um mês após a cirurgia contratou um profissional da área que além de exercícios aplicava antes o aparelho de fisioterapia TENS / FES Digital, da marca Neurodyn II, com quatro canais, que é neuro funcional, que opera impulsos  estimulador transcutâneo neuromuscular,  ministrado pelo Fisioterapeuta Thiago Morais Ferreira, de Registro no conselho com o nº 148238-F.  Ele realmente um bom profissional. 

Afinal para contornar o problemas de encolhimento tendão de aquiles que fiquei com o calcanhar mais alto três centímetros. Ele é um grande e calibroso tendão que se localiza atrás do tornozelo, ligando os músculos da panturrilha (sóleo e gastrocnêmio) ao osso do calcanhar (calcâneo).
Segundo o paciente Walter Rafael contou o seguinte segredo: "O doutor Francisco Guedes é um grande Reumatologista Cirurgião, passou tudo direitinho pra eu fazer os exercícios em casa mas o meu medo era um quadro de cuidado de um pé com uma plaqueta e oito parafusos de titano, treze pontos de um lado e dez de outro pra não empenar ou os pontos abriram fiquei com medo fazia a metade dos exercícios, com um mês deu zebra pois, a calcanhar ficou três centímetros pra tocar no chão devido o encolhimento ou rigidez dos músculos.  Granças a Deus o fisioterapeuta Thiago Morais Ferreira conseguiu no decorrer das primeiras seções deixar de usar a cadeira de rodas e tirar a diferença dos 15 centímetros, devido um encolhimento dos músculos da perna afetada. Vou deixar os contatos dele (83) 8802 - 6464 / 9626 - 2546, mas a partir de 15 de março, onde já estarei fazendo exercícios mas avançados para gloria de Deus". Relatou Walter Rafael. "O Homem de Platina".
  • Recuperação- Parte 3: Fisioterapia:
Imagem meramente ilustrativa
A terceira etapa de fisioterapia que Walter Rafael está fazendo para dar continuidade de exercícios para melhor mobilidade e fortalecimento dos músculos que revestem ossos do pé como: A fíbula, tíbia, tálus e calcânea principalmente. Esta etapa exercícios está sendo feitos na Fisiocorpore da Ginaqua Center, que fica na Rua dos Milagres, 2.000, no bairro do Cristo Redentor em João Pessoa, Paraíba, fone: (83) 3231 - 1386, que tem como  responsável Dr. Francisco Gomes de Lima Junior, fisioterapeuta com registro (Crefito - Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia - nº102.419) e como fisioterapeuta auxiliar da area masculina Yuri Nóbrega e na área feminina Hellen Diana C. Ferreira (Crefito: 127.638). Já na área do Polígono a responsável é a fisioterapêutica Paula Ferreira, com (Crefito nº 080), e secretaria Daniele dos Santos.
Todo os fisioterapêutica são profissionais que aplicam exercícios isômetros para melhorar a mobilidade da perna e fortalecimento da musculatura usando de inicio de cada seção aquecimento na bicicleta ergométrica e outros no Pilates em Estúdio que  permite o fortalecimento muscular com recursos dinâmicos, sendo aplica três vezes na semana de forma progressiva dentro da capacidade. 
  • Agradecimentos de Walter: 
"Peço a Deus que dê sabedoria aos governos federal, estadual, e municipal para priorizarem os primeiros socorros, o salvamento de emergência é muito importante! Quero agradecer primeiro a Deus, depois ao SAMU que mesmo com a demora, mas que são afetados pelos trotes diariamente e acabam dificultando ocorrerias de verdade. 
Quero também agradecer ao  profissional de emergência do 1º Batalhão de Busca e Salvamento, do Bombeiro Militaraos professores das academias de luta, alunos e profissionais das artes maciais e a plaateia que com muito cuidado me ajudaram; Ao meu amigo Alan Junior da Secom-PB por intermediar os primeiros atendimentos. Ao meu filho, Natan por ter administrado o blog nesse tempo e por estar todo dia na casa de minha mãe, pois moro no 2º andar. 
Aos atendimentos específicos de urgências ortopédicas como Centro Paraibano de Ciências Ortopédicas, na pessoa do meu cirurgião e amigo Dr. Francisco Guedes, que trabalha com sua equipe de funcionários junto a Clínica Esdra Furtado. Também meu novo amigo o fisioterapeuta Dr. Thiago Morais Ferreira, esse é o cara que vai me ensinar a ensinar a andar depois dos quarenta e nove anos e 32 meses, abafa. 

Uma mulher especial para mim, minha genitora Terezinha Bezerra de Souza, a também minha esposa, Maria de Fátima, outra mulher importante que sempre estar ajudando e minha irmã Maria Goretti, que está cuidando bem de mim e por fim a enfermeira Josiane de cassia, mas conhecida de "Jô" por estar cuidando bem de mim e do mu pai Waldemar, mas conhecido de "Coleguinha" que faleceu em 8 de março de 2010, no dia internacional da mulher, mas que dorme no Senhor. Agradece o não mais operacional, mas Homem de Platina".
Abaixo as fotos do evento e o pós-queda:

    Entrevista com: Walter Rafael. Produção e revisão de texto: Natan Cardoso.
    Fotos do próprio Walter Rafael (até machucado ele tira fotos, kkkkk).
    Walter Rafael fratura tornozelo, mas passa bem Walter Rafael fratura tornozelo, mas passa bem Reviewed by Natan C. Bezerra on 1/25/2011 08:30:00 AM Rating: 5

    WRB nas redes sociais