Você sabe de onde veio a internet? Descubra suas origens


Por volta dos anos 60, o Departamento de Defesa dos EUA sentiu a necessidade de integrar os computadores militares para que fosse possível a troca de informações entre si e no caso de um ataque inimigo os dados guardados nesses computadores não seriam perdidos. Com isso surgiu a ARPANET, o antecessor da Internet, criado pela ARPA (Advanced Research Projects Agency). Com o sucesso desse novo sistema, foi permitido o acesso pelas universidades, visando promover as pesquisas científicas. Daí a liberação desse sistema para redes livres, como é a Internet nos dias de hoje, foi inevitável.
A Internet de hoje, só se tornou possível pela contribuição do cientista Tim Berners-Lee e ao CERN, Centro Europeu de Pesquisas Nucleares, que criaram a World Wide Web. De início interligava sistemas de pesquisa científicas e mais tarde acadêmicas. A partir dos anos 1990 a rede coletiva ganhou uma maior divulgação pública e em agosto de 1991, Berners-Lee publicou seu novo projeto para a World Wide Web, dois anos depois de começar a criar o HTML e o HTTP. Por este motivo, em 23 de agosto se comemora o Dia do Internauta.Em 1993 surgiu o primeiro navegador, Mosaic 1.0, e no final de 1994 o interesse público na Internet já era grande. Até que em 1996 a palavra Internet já era de uso comum, principalmente nos países desenvolvidos. 

No Brasil, a rede surgiu em 1988 e ligavam universidades do Brasil a instituições nos Estados Unidos. No mesmo ano, o Ibase começou a testar o AlterNex, o primeiro serviço brasileiro de Internet não-acadêmica e não-governamental. Inicialmente o AlterNex era restrito aos membros do Ibase e associados e só em 1992 foi aberto ao público.
Em 1989, o Ministério da Ciência e Tecnologia lança um projeto pioneiro, a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). Existente ainda hoje, a RNP é uma organização de interesse público cuja principal missão é operar uma rede acadêmica de alcance nacional. Quando foi lançada, a organização tinha o objetivo de capacitar recursos humanos de alta tecnologia e difundir a tecnologia Internet através da implantação do primeiro backbone nacional.
O backbone funciona como uma espinha dorsal, é a infra-estrutura que conecta todos os pontos de uma rede. O primeiro backbone brasileiro foi inaugurado em 1991, destinado exclusivamente à comunidade acadêmica. Mais tarde, em 1995, o governo resolveu abrir o backbone e fornecer conectividade a provedores de acesso comerciais. A partir dessa decisão, surgiu uma discussão sobre o papel da RNP como uma rede estritamente acadêmica com acesso livre para acadêmicos e taxada para todos os outros consumidores. Com o crescimento da Internet comercial, a RNP voltou novamente a atenção para a comunidade científica.
A partir de 1997, iniciou-se uma nova fase na Internet brasileira. O aumento de acessos a rede e a necessidade de uma infra-estrutura mais veloz e segura levou a investimentos em novas tecnologias. Entretanto, devido a carência de uma infra-estrutura de fibra óptica que cobrisse todo o território nacional, primeiramente, optou-se pela criação de redes locais de alta velocidade, aproveitando a estrutura de algumas regiões metropolitanas. Como parte desses investimentos, em 2000, foi implantado o backbone RNP2 com o objetivo de interligar todo o país em uma rede de alta tecnologia. Atualmente, o RNP2 conecta os 27 estados brasileiros e interliga mais de 300 instituições de ensino superior e de pesquisa no país, como o INMETRO e suas sedes regionais.
Outro avanço alcançado pela RNP ocorreu em 2002. Nesse ano, o então presidente da república transformou a RNP em uma organização social. Com isso ela passa a ter maior autonomia administrativa para executar as tarefas e o poder público ganha meios de controle mais eficazes para avaliar e cobrar os resultados. Como objetivos dessa transformação estão o fornecimento de serviços de infra-estrutura de redes IP avançadas, a implantação e a avaliação de novas tecnologias de rede, a disseminação dessas tecnologias e a capacitação de recursos humanos na área de segurança de redes, gerência e roteamento.
A partir de 2005, a comunicação entre os Pontos de Presença (PoPs) da rede começou a ser ampliada com o uso de tecnologia óptica, o que elevou a capacidade de operação a 11 Gbps.
A base instalada de computadores no Brasil atinge 40 milhões, de acordo com pesquisa da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. O número, que inclui computadores em empresas e residencias, representa um crescimento de 25% sobre a base registrada no mesmo período do ano passado.

Atualmente, o seu crescimento é tamanho que se tornou um dos principais meios de comunicação existente. Interliga milhões de pessoas todos os dias, que trocam informações, cultura e conhecimento.
O comércio eletrônico no Brasil movimentou 13,60 bilhões de dólares em 2010, de acordo com pesquisa da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. Para os internautas residenciais, a média de tempo online durante o mês de junho foi de 22 horas e 26 minutos, maior que em outros países como França (19 horas e 34 minutos), Estados Unidos (19 horas e 05 minutos) e Austrália e Japão (ambos com 17 horas e 55 minutos). Em 2010 a audiência na internet brasileira foi de 73,7,milhões de pessoas a partir de 16 anos,e 80,3 milhões a partir dos 12 anos, de acordo com o IAB (Interactive Advertising Bureau).Segundo dados do Ministério da Ciência e Tecnologia,são 60 milhões de computadores em uso, destes estima-se que 80,7% com acesso à internet em 2011.
Fonte: Wikipédia
Você sabe de onde veio a internet? Descubra suas origens Você sabe de onde veio a internet? Descubra suas origens Reviewed by Natan C. Bezerra on 8/31/2011 04:58:00 PM Rating: 5

Nenhum comentário

WRB nas redes sociais