São Paulo, 458 anos de história

Atualizado em 28/01/12
Hoje completa 458 anos de história a cidade mais populosa do Brasil, do continente americano e de todo o hemisfério sul do mundo, São Paulo. Capital do estado de São Paulo e principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América Latina, São Paulo é também a cidade brasileira mais influente no cenário global, sendo considerada a 14ª cidade mais globalizada do planeta, recebendo a classificação de cidade global alfa, por parte do Globalization and World Cities Study Group & Network (GaWC). Conheça mais sobre a história e a programação de eventos nesse dia tão especial.

O lema da cidade, presente em seu brasão oficial, é constituído pela frase em latim "Non ducor, duco", cujo significado em português é "Não sou conduzido, conduzo". Veja a imagem:
Fundada em 1554 por padres jesuítas, a cidade é mundialmente conhecida e exerce significativa influência nacional e internacional, seja do ponto de vista cultural, econômico ou político. Conta com importantes monumentos, parques e museus, como o Memorial da América Latina, o Museu da Língua Portuguesa, o MASP, o Parque Ibirapuera, o Jardim Botânico de São Paulo e a avenida Paulista, e eventos de grande repercussão, como a Bienal Internacional de Arte, o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, São Paulo Fashion Week e a São Paulo Indy 300.
Do alto, da esquerda para a direita: Catedral da Sé,  CENU,  MASP, Museu do Ipiranga, Monumento às Bandeiras, Ponte Octávio Frias de Oliveira e panorama do centro da cidade.
Do alto, da esquerda para a direita:
Catedral da Sé, CENU, MASP, Museu do Ipiranga,
Monumento às Bandeiras, Ponte Octávio Frias
de Oliveira e panorama do centro da cidade.
O município possui o 10º maior PIB do mundo, representando, isoladamente, 12,26% de todo o PIB brasileiro e 36% de toda a produção de bens e serviços do estado de São Paulo, sendo sede de 63% das multinacionais estabelecidas no Brasil, além de ter sido responsável por 28% de toda a produção científica nacional em 2005. A cidade também é a sede da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo, a segunda maior bolsa de valores do mundo em valor de mercado. São Paulo também concentra muitos dos edifícios mais altos em Brasil, como os edifício Mirante do Vale, Itália, Altino Arantes, a Torre Norte, entre outros.
São Paulo é a sexta maior cidade do planeta e sua região metropolitana, com 19 223 897 habitantes, é a quarta maior aglomeração urbana do mundo. Regiões muito próximas a São Paulo são também regiões metropolitanas do estado, como Campinas e Baixada Santista; outras cidades próximas compreendem aglomerações urbanas em processo de conurbação, como São José dos Campos, Sorocaba e Jundiaí. A população total dessas áreas somada à da capital – o chamado Complexo Metropolitano Expandido – ultrapassa 29 milhões de habitantes, aproximadamente 75% da população do estado inteiro. As regiões metropolitanas de Campinas e de São Paulo já formam a primeira macrometrópole do hemisfério sul, unindo 65 municípios que juntos abrigam 12% da população brasileira.

  • Conheça mais da história da 6º maior cidade do mundo:


Período colonial:
A povoação de São Paulo de Piratininga surgiu em 25 de janeiro de 1554 com a construção de um colégio jesuíta por doze padres, entre eles Manuel da Nóbrega e José de Anchieta, no alto de uma colina escarpada, entre os rios Anhangabaú e Tamanduateí.[21] Tal colégio, que funcionava num barracão feito de taipa de pilão, tinha, por finalidade, a catequese dos índios que viviam na região do Planalto de Piratininga, separados do litoral pela Serra do Mar, chamada pelos índios de "Serra de Paranapiacaba".
O nome "São Paulo" foi escolhido porque o dia da fundação do colégio foi 25 de janeiro, dia no qual a Igreja Católica celebra a conversão do apóstolo Paulo de Tarso, conforme informou o padre José de Anchieta em carta aos seus superiores da Companhia de Jesus:
A 25 de Janeiro do Ano do Senhor de 1554 celebramos, em paupérrima e estreitíssima casinha, a primeira missa, no dia da conversão do Apóstolo São Paulo e, por isso, a ele dedicamos nossa casa!
O povoamento da região do Pátio do Colégio teve início em 1560, quando, na visita de Mem de Sá, governador-geral do Brasil, à Capitania de São Vicente, este ordenou a transferência da população da Vila de Santo André da Borda do Campo, que fora criada por Tomé de Sousa em 1553, para os arredores do colégio, denominado "Colégio de São Paulo de Piratininga", local alto e mais adequado (uma colina escarpada vizinha a uma grande várzea, a Várzea do Carmo, por um lado e, pelo outro lado, por outra baixada, o Vale do Anhangabaú), para melhor se proteger dos ataques dos índios.[21] Desta forma, em 1560, a Vila de Santo André da Borda do Campo foi transferida para a região do Pátio do Colégio de São Paulo e passou a se denominar Vila de São Paulo, pertencente à Capitania de São Vicente.
Pátio do Colégio, no Centro Histórico de São Paulo. Neste local, foi fundada a cidade, em 1554. O prédio atual é uma reconstrução feita na segunda metade do século XX, tendo, como modelos, o colégio e igreja jesuítas que foram erigidos no local em 1653.
São Paulo permaneceu, durante os dois séculos seguintes, como uma vila pobre e isolada do centro de gravidade da colônia, o litoral e se mantinha por meio de lavouras de subsistência. São Paulo foi, por muito tempo, a única vila no interior do Brasil. Esse isolamento de São Paulo se dava principalmente porque era dificílimo subir a Serra do Mar a pé da Vila de Santos ou da Vila de São Vicente para o Planalto de Piratininga. Subida esta que era feita pelo Caminho do Padre José de Anchieta.[23] Mem de Sá, quando de sua visita à Capitania de São Vicente, proibira o uso do "Caminho do Piraiquê" (hoje Piaçaguera), por serem, nele, frequentes os ataques dos índios.
Em 22 de março de 1681, o Marquês de Cascais, donatário da Capitania de São Vicente, transferiu a capital da Capitania de São Vicente para a Vila de São Paulo, que passou a ser a "Cabeça da Capitania". A nova capital foi instalada, em 23 de abril de 1683, com grandes festejos públicos.
Por ser a região mais pobre da colônia portuguesa na América, em São Paulo teve início a atividade dos bandeirantes, que se dispersaram pelo interior do país à caça de índios porque, sendo extremamente pobres, os paulistas não podiam comprar escravos africanos. Saíam, também, em busca de ouro e de diamantes. A descoberta do ouro na região de Minas Gerais, na década de 1690, fez com que as atenções do reino se voltassem para São Paulo. Foi criada, então, em 3 de novembro de 1709, a nova Capitania Real de São Paulo e Minas do Ouro, quando foram compradas, pela coroa portuguesa, a Capitania de São Paulo e a Capitania de Santo Amaro de seus antigos donatários. Em 11 de julho de 1711, a Vila de São Paulo foi elevada à categoria de cidade. Logo em seguida, por volta de 1720, foi encontrado ouro, pelos bandeirantes, nas regiões onde se encontram hoje a cidade de Cuiabá e a Cidade de Goiás, fato que levou à expansão do território brasileiro para além da Linha de Tordesilhas.
Quando o ouro esgotou, no final do século XVIII, teve início o ciclo econômico paulista da cana-de-açúcar, que se espalhou pelo interior da Capitania de São Paulo. Pela cidade de São Paulo, era escoada a produção açucareira para o Porto de Santos. Nessa época, foi construída a primeira estrada moderna entre São Paulo e o litoral: a Calçada do Lorena.
Período imperial
Após a Independência do Brasil, ocorrida onde hoje fica o Monumento do Ipiranga, São Paulo recebeu o título de Imperial Cidade, conferido por Dom Pedro I do Brasil em 1823. Em 1827, houve a criação de cursos jurídicos no Convento de São Francisco (que daria origem à futura Faculdade de Direito do Largo de São Francisco), e isso deu um novo impulso de crescimento à cidade, com o fluxo de estudantes e professores, graças ao qual, a cidade passa a ser denominada Imperial Cidade e Burgo dos Estudantes de São Paulo de Piratininga.
Outro fator do crescimento de São Paulo foi a expansão da produção do café, inicialmente na região do Vale do Paraíba paulista, e depois nas regiões de Campinas, Rio Claro, São Carlos e Ribeirão Preto. De 1869 em diante, São Paulo passa a beneficiar-se de uma ferrovia que liga o interior da província de São Paulo ao porto de Santos, a Estrada de Ferro Santos-Jundiaí, chamada de A Inglesa.
Surgem, no final do século XIX, várias outras ferrovias que ligam o interior do estado à capital, São Paulo. São Paulo tornou-se, então, o ponto de convergência de todas as ferrovias vindas do interior do estado. A produção e exportação de café permite à cidade e à província de São Paulo, depois chamada de Estado de São Paulo, um grande crescimento econômico e populacional.
De meados desse século até o seu final, foi o período que a província começou a receber uma grande quantidade de imigrantes, em boa parte italianos, dos quais muitos se fixaram na capital, e as primeiras indústrias começaram a se instalar.
República Velha
Com o fim do Segundo Reinado e início da República a cidade de São Paulo, assim como o estado de São Paulo, tem grande crescimento econômico e populacional, também auxiliado pela política do café com leite e pela grande imigração europeia e asiática para São Paulo. Sobre o grande número de imigrantes na capital paulista, Cornélio Pires recolheu, em seu livro "Sambas e Cateretês", uma modinha, de 1911, de Dino Cipriano, que descreve a impressão que o homem do interior tinha da capital paulista:
!Só úa coisa aquí in S. Pólo que eu já ponhei in reparo: que só se vê é estrangero! Brasilêro é muito raro!
— Dino Cipriano
Durante a República Velha (1889-1930), São Paulo passou de centro regional a metrópole nacional, se industrializando e chegando a seu primeiro milhão de habitantes em 1928. Seu maior crescimento, neste período, relativo se deu, na década de 1890, quando dobrou sua população. O auge do período do café é representado pela construção da segunda Estação da Luz (o atual edifício) no fim do século XIX e pela avenida Paulista em 1900, onde se construíram muitas mansões.
O vale do rio Anhangabaú é ajardinado e a região situada à sua margem esquerda passa a ser conhecida como Centro Novo. A sede do governo paulista é transferida, no início do século XX, do Pátio do Colégio para os Campos Elísios. São Paulo abrigou, em 1922, a Semana de arte moderna que foi um marco na história da arte no Brasil. Em 1929, São Paulo ganha seu primeiro arranha-céu, o edifício Martinelli.
As modificações realizadas na cidade por Antônio da Silva Prado, o Barão de Duprat e Washington Luís, que governaram de 1899 a 1919, contribuíram para o clima de desenvolvimento da cidade; alguns estudiosos consideram que a cidade inteira foi demolida e reconstruída naquele período.
Com o crescimento industrial da cidade, no século XX, para a qual contribuiu também as dificuldades de acesso às importações durante a Primeira Guerra Mundial, a área urbanizada da cidade passou a aumentar, sendo que alguns bairros residenciais foram construídos em lugares de chácaras. A partir da década de 1920 com a retificação do curso de rio Pinheiros e reversão de suas águas para alimentar a Usina Hidrelétrica Henry Borden, terminaram os alagamentos nas proximidades daquele rio, permitindo que surgisse na zona oeste de São Paulo, loteamentos de alto padrão conhecidos hoje como a "Região dos Jardins".
Revolução de 1932 à contemporaneidade
Em 1932, São Paulo se mobiliza no seu maior movimento cívico: a revolução constitucionalista, quando toda a população se engaja na guerra contra o "Governo Provisório" de Getúlio Vargas. Em 1934, com a reunião de algumas faculdades criadas no século XIX e a criação de outras, é fundada a Universidade de São Paulo, hoje a maior do Brasil.[27][28] Outro grande surto industrial deu-se, durante a Segunda Guerra Mundial, devido à crise na cafeicultura na década de 1930 e às restrições ao comércio internacional durante a guerra, o que fez a cidade ter uma taxa de crescimento econômico muito elevada que se manteve elevada no pós-guerra.
Em 1947, São Paulo ganha sua primeira rodovia asfaltada: a Via Anchieta, (construída sobre o antigo traçado do Caminho do Padre José de Anchieta), liga a capital ao litoral paulista. Na década de 1950, São Paulo era conhecida como A cidade que não pode parar e como A cidade que mais cresce no mundo.
São Paulo realizou uma grande comemoração, em 1954, do "Quarto Centenário" de fundação da cidade. É inaugurado o Parque do Ibirapuera, lançados muitos livros históricos e descoberta a nascente do rio Tietê em Salesópolis. Com a transferência, a partir da década de 1950, de parte do centro financeiro da cidade que fica localizado no centro histórico (na região chamada de "Triângulo Histórico"), para a Avenida Paulista, as suas mansões foram, na sua maioria, substituídas por grandes edifícios. Em um livro sobre turismo na cidade de São Paulo, editado pela prefeitura de São Paulo em 1959, intitulado "Notícia de Turismo", que tem a sua apresentação feita pelo prefeito Ademar de Barros, São Paulo é apresentada como: "A cidade que mais cresce no mundo", "A Cidade da moderna arquitetura", "A cidade das pontes e dos viadutos" e "A Cidade do Progresso".
No período da década de 1930 até a década de 1960, os grandes empreendedores do desenvolvimento de São Paulo foram o prefeito Francisco Prestes Maia e o governador do Estado de São Paulo Ademar de Barros, o qual também foi prefeito de São Paulo entre 1957 e 1961. Prestes Maia projetou e implantou, na década de 1930, o "Plano de Avenidas de São Paulo", que revolucionou o trânsito de São Paulo.[29]
Estes dois governantes são os responsáveis, também, pelas duas maiores intervenções urbanas, depois do Plano de Avenidas, e que mudaram São Paulo: a retificação do rio Tietê com a construção de suas marginais e o Metrô de São Paulo: em 13 de fevereiro de 1963, o governador Ademar de Barros e o prefeito Prestes Maia criaram as comissões (estadual e municipal) de estudos para a elaboração do projeto básico do Metrô de São Paulo, e destinaram ao Metrô suas primeiras verbas.[30] Naquele ano, São Paulo somava quatro milhões de habitantes. Iniciado a sua construção em 1968, na gestão do prefeito José Vicente de Faria Lima, o metrô paulistano começou a operar comercialmente em 14 de setembro de 1974.
Atualmente, o crescimento tem-se desacelerado, devido ao crescimento industrial de outras regiões do Brasil. As últimas décadas atestaram uma nítida transformação em seu perfil econômico, que vem adquirindo, cada vez mais, matizes de um grande polo nacional de serviços e negócios, sendo considerada, hoje, um dos mais importantes centros de comércio global da América Latina.

Confira abaixo a programação completa de eventos para esse dia:
  • Palestras e debates - "São Paulo do Futuro" e Show da banda Tulipa Ruiz
No dia do aniversário da cidade de São Paulo, a rádio CBN organiza um programa ao vivo com plateia e convidados especiais exatamente onde a história começou, no Pateo do Collegio. Entre os convidados para pensar e discutir a São Paulo do Futuro estão: o arquiteto Ruy Ohtake; a vice- presidente do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC, Rosa Alegria; e o coordenador do projeto SP 2022 e colunista da CBN Maurício Broinizi. A música ao vivo ficará sob o commando da nova revelação paulistana Tulipa Ruiz.
Data: 25 de janeiro
Horário: das 9h30 às 12h
Local: Pateo do Collegio
Endereço: Pateo do Collegio - Centro (Linha 1 Azul/ Linha 3 Vermelha - Estação Sé)
Grátis
  • Museu Paulista ("Museu do Ipiranga") - 1ª Feira do Livro do Museu Paulista
Em comemoração aos 458 anos da cidade de São Paulo e aos 78 anos da USP, o Museu estará com uma iluminação especial na semana do aniversário, de 22 a 29 de janeiro. E, com início no dia 25 e término no dia 27, além das atividades normais, também será realizada a 1ª Feira do Livro do Museu Paulista, no Saguão do Museu. Os visitantes poderão conhecer mais sobre a história da capital paulista e encontrar livros com preços mais baixos.
Data: de 22 a 29 de janeiro
Horário: das 9h às 17h
Local: Museu Paulista ("Museu do Ipiranga")
Endereço: Parque da Independência, s/n - Ipiranga
Preços: R$ 6 (inteira) R$ 3 (meia) - Idosos acima de 60 anos e crianças de até 6 anos não pagam
Telefone: 2065-8001
www.mp.usp.br
  • Exposições e Apresentações de Jazz - Biblioteca Mario de Andrade
No aniversário de 458 anos da cidade de São Paulo, que também marca um ano de reabertura da Biblioteca Mario de Andrade, será oferecida uma programação especial, com a apresentação musical Chorando Jazz, uma exposição dedicada à metrópole e visitas monitoradas a cada duas horas, para que o público possa conhecer as instalações da biblioteca.
Data: 25 de janeiro
Horário: das 9h às 17h30 - espetáculo de jazz às 16h
Local: Biblioteca Mario de Andrade
Endereço: Rua da Consolação, 94 (Linha 3 Vermelha de Metrô - Entre as estações República e Anhangabaú)
Grátis (Ingressos para a apresentação de Jazz a partir das 15h)
Telefone: 3256-5270
  • Sarau temático "Sampoemas"
Artistas de diversas linguagens já manifestaram seu amor pela metrópole em pinturas, poemas, canções entre outras linguagens. A Casa das Rosas comemora o aniversário da cidade com a 8ª edição do Sampoemas – evento que cultua a metrópole com programação temático no mês de aniversário da cidade com palestras, recitais de poesia e sarau temático.
Data: 25 de janeiro
Horário: das 15h às 20h
Local: Casa das Rosas
Endereço: Av. Paulista, 37 - Bela Vista (Linha 2 Verde de Metrô - Estação Brigadeiro)
Grátis
Telefone: 3285-6986 / 3288-9447
www.poiesis.org.br/casadasrosas
  • XV Troféu Cidade de São Paulo Carrefour - 10km
Corrida em comemoração ao aniversário da cidade
Data: 25 de janeiro
Horário: às 7h40
Local: Obelisco do Ibirapuera
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Moema
Preço: R$ 55 (inscrições) - Grátis para espectadores
Telefone: 5095-5144
Site: Clique aqui
  • Show Paralamas do Sucesso
Os Paralamas do Sucesso fazem show gratuito Parque da Juventude, na zona norte da capital paulista, a partir das 18h.
Data: 25 de janeiro
Horário: às 18h
Local: Parque da Juventude
Endereço: Avenida Zaki Narchi, 1309 - Santana
Grátis
Telefone: 2251-2706
www.sejel.sp.gov.br/parquedajuventude
  • 5º Vale da Participação e Parceria - Shows
Para comemorar a data, a Secretaria de Participação e Parceria (SMPP) realizará um dia repleto de shows e diferentes atrações musicais. Entre as principais atrações confirmadas para a festa, estão: Gustavo Lima, Samba de Rainha, Pixote, Katinguelê, Sampa Crew, Jammil e Uma Noites, João Bosco e Vinícius, Eduardo Costa, Orquesta Sinfônica do Maestro Carlos Martins e a bateria da escola de samba Vai Vai.
Data: 25 de janeiro
Horário: das 9h às 21h
Local: Vale do Anhangabaú (Linha 3 Vermelha - Estação Anhangabaú)
Grátis
  • Show Ney Mato Grosso
A Secretaria Municipal de Cultura celebra o aniversário de 458 anos da cidade de São Paulo com show gratuito do cantor Ney Matogrosso. O artista apresenta seu último trabalho, Beijo Bandido, na Praça da República.
Data: 25 de janeiro
Horário: às 20h
Local: Praça da República, s/n (Linha 3 Vermelha - Estação República)
Grátis
www.prefeitura.sp.gov.br
  • Show Forrópoeira - Centro de Tradições Nordestinas
Para comemorar o aniversário de São Paulo no melhor jeito nordestino, a banda Forrópoeira colocará todo mundo para arrastar o pé no CTN.
Data: 25 de janeiro
Horário: a partir das 22h
Local: Centro de Tradições Nordestinas - CTN
Endereço: Rua Jacofér, 615 - Bairro do Limão (Linha 3 Vermelha - Estação Barra Funda - No Terminal Rodoviário, pegar Lotação Santa Terezinha, que deixa próximo ao local)
Grátis
Telefone: 3488-9447 / 3488-9410
www.ctn.org.br/agenda
  • Conexão Cultura - Exposições, música e gastronomia
“Conexão Cultural São Paulo”, projeto organizado pela Conexão Cultural, promove acesso e conteúdo na área cultural, por meio da integração entre as mais diversas formas de arte. O evento tem como objetivo integrar as pessoas com a cidade por meio da arte, música e gastronomia. As atividades serão realizadas no MIS.
Data: 25 de janeiro
Horário: das 13h às 22h
Local: Museu da Imagem e do Som - MIS
Endereço: Av. Europa, 158 - Jardim Europa
Grátis
www.mis-sp.org.br
  • Show "Sinfonia Paulistana"
A história da cidade de São Paulo — de Anchieta até os dias de hoje — contada musicalmente, com gêneros atuais, vem acompanhada de um documentário que registra e preserva esse memorável capítulo da MPB.
Data: 25 de janeiro
Horário: Às 20h30
Local: Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso
Endereço: Av. Paulista, 1313 (Linha 2 Verde - Estação Trianon-MASP)
Grátis (retirada de ingressos no Teatro do Sesi-SP, a partir das 12h do dia 25/01)
Telefone: 3146-7405
www.sesisp.org.br
  • Show de despedida do Exaltasamba
Uma das maiores e mais queridas bandas de pagode do Brasil, o Exaltasamba se despede de São Paulo com show no Pavilhão do Anhembi, na zona norte da cidade.
Data: 25 de janeiro
Horário: abertura dos portões às 12h; apresentações a partir das 16h
Local: Pavilhão de Exposições do Anhembi
Endereço: Avenida Olavo Fontoura, 1209 - Santana
Preço: entre R$ 50 e R$ 100
Telefone: (11) 4003-5559
www.atrasdotrio.com.br
  • Turismetrô especial
Normalmente realizado aos fins de semana, o Turismetrô é um passeio que percorre diversos pontos turísticos de São Paulo, divididos em cinco roteiros, tendo como ponto de partida a Estação Sé do metrô. Excepcionalmente na quarta-feira do aniversário da cidade, todos os roteiros serão realizados, às 9h e às 14h. 
Data: 25 de janeiro
Horário: 9h – Turismo na Sé / Turismo na Paulista. 14h – Turismo na Luz /  Turismo na Liberdade / Turismo no Teatro Municipal
Local: Estação Sé do Metrô
Preço: entre R$ 2,90 e R$ 5,80 (um ou dois bilhetes de metrô)
Telefone: (011) 2958-3714 / 7716-5141
www.metro.sp.gov.br/cultura/turismetro/turismetro.asp
  • Passeio de Trólebus
Saindo do Pateo do Collegio, o Trólebus circula por vários pontos famosos do centro de São Paulo, como o Largo São Bento, Avenida São João e Avenida Ipiranga. Por motivos de organização, serão distribuídas senhas aos participantes, a partir das 8h30. 
Data: 25 de janeiro
Horário: das 9h às 16h – o passeio tem duração de 40 minutos
Local: Pateo do Collegio
Endereço: Pateo do Collegio - Centro (Linha 1 Azul/ Linha 3 Vermelha - Estação Sé)
Grátis
  • Música - Projeto Agridoce
A roqueira baiana Pitty e o guitarrista da sua banda, Martin, inovaram em novo projeto musical. O estilo intimista, puxando para o folk, é bem diferente do trabalho habitual da cantora. Eles apresentam o resultado disso no Sesc Pinheiros.
Data: 25 de janeiro
Horário: às 18h
Local: Sesc Pinheiros
Endereço: Rua Paes Leme, 195 - Pinheiros (Via Quatro - Linha Amarela de Metrô - Estação Faria Lima)
Preço: R$ 32 (inteira) R$ 16 (meia) R$ 8 (associados Sesc)
www.sescsp.org.br
  • Exposição - São Paulo 458 - A Bela Metrópole
O Museu Afro Brasil inaugura no dia do aniversário de São Paulo a exposição fotográfica que mostra registros cidade quando havia bondinho, mansões na Avenida Paulista e o auge glamuroso do Teatro Municipal.
Data: inauguração dia 25 de janeiro
Horário: às 13h
Local: Museu Afro Brasil
Endereço: Av. Pedro Álvares Cabral, s/n - Parque do Ibirapuera
Grátis
  • Passeio - "Cãonhecendo São Paulo"
A sétima edição do evento leva os cães e seus donos para conhecerem parte da história da cidade em "cãominhada" pela Avenida Paulista. No roteiro, estão passeio pelo parque Trianon, passagem pelo MASP, edifício da FIESP/CIESP, parque Mário Covas, Instituto Pasteur, Itaú Cultural, Hospital Santa Catarina e com chegada na Casa das Rosas. No final, os "turistas de quatro patas" irão aproveitar um saboroso cafezinho no interior da casa. Os donos também vão participar da refeição.
Data: 25 de janeiro
Horário: das 9h às 12h
Local: concentração no Parque Trianon (Linha 2 Verde de Metrô - Estação Trianon-MASP)
Endereço: Av. Paulista
Preço: R$ 60 (humanos) R$ 30 (cão)
www.turismo4patas.com.br
  • Espetáculo - Fonte do Parque do Ibirapuera
O lindo espetáculo da Fonte Iluminada do Parque do Ibirapuera acontecerá novamente em virtude do aniversário da cidade. Durante nove dias, o público poderá ver diariamente um show de luzes e músicas em homenagem à cidade.
Data: de 21 a 29 de janeiro
Horários: às 20h30 e às 21h
Local: Lago do Parque do Ibirapuera
Endereço: Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n
Grátis
  • Contação de histórias - Arquimedes e o Reino de Siracusa
A vida do filósofo e pesquisador grego Arquimedes é narrada pelos atores-contadores Raphael Ferreira e Leonardo Lee em quatro sessões no Catavento Cultural.
Data: 25 de janeiro
Horário: às 11h30, 13h, 14h30 e às 16h
Local: Catavento Cultural e Educacional
Endereço: Palácio das Indústrias – Parque Dom Pedro II, Centro(Linha 3 Vermelha de metrô - Estação Pedro II)
Preço: R$ 6 e meia-entrada para estudantes e idosos
www.cataventocultural.org.br
  • Exposição fotográfica - Mostra SP de Fotografia
A Mostra SP de Fotografia é um projeto fotográfico anual de ocupação da Vila Madalena. A cada aniversário da cidade, a ideia é curar e expor trabalhos de diversos fotógrafos, de diversas áreas, em restaurantes, bares, espaços culturais, escritórios, lojas, salões e galerias do bairro.
Data: de 25 de janeiro a 19 de fevereiro
Horário: de acordo com o lugar de exposição das fotos
Locais: vários locais no bairro Vila Madalena - Centro Cultural da Vila Madalena, Bares Posto 6, Patriarca, Salve Jorge, Armazém Piola, Jacaré Grill, Galeria Ímpar, Delices de Maya, Agá Presentes, Frida Trends, Japonique, Restaurante Madeleine, Espaço Soma, Tag&Juice, espaço opHicina, Galeria Fass, restaurante Martin Fierro, lojas Fernanda Yamamoto, Flavia Aranha, Luiza Perea, Pássaro Achado, Ronaldo Fraga, e UMA, Namidia Assessoria de Comunicação, restaurante Florinda, Back Gastrobar, restaurantes Banana Verde, AK, Rothko, Pira Grill e Adelaide, Fahrer, agências Subvert, EOU Mkt Direto, blog Árvore da Vila, Gesto Comunicação, agências fotográficas Revelar Brasil e Sambaphoto, blog Olhavê
Endereços: de acordo com o lugar de exposição das fotos
Grátis
www.mostrasaopaulodefotografia.blogspot.com
  • Exposição de Cristiane Carbone
Para comemorar os 458 anos de São Paulo, a artista plástica Cristiane Carbone expõe sua arte no Mosteiro de São Bento desde o dia 22 de janeiro. Com quadros inspirados na história e nas transformações da cidade que não pára, Cristiane busca resgatar valores da sociedade e mostrar as mudanças da capital desde o século XIX até hoje. A artista estará presente no dia 25 de janeiro.
Data: de 22 à 29 de janeiro de 2012.
Horário: de segunda à sexta das 8h às 16h, sábados das 8h às 13h e domingos das 11 às 12h30.
Local: Mosteiro de São Bento
Endereço: Largo de São Bento, s/n – Centro – São Paulo
Grátis
Telefone: 3328-8799
www.cristianecarbone.blogspot.com
  • Festa na rua – Piratininga Bar
Além da capital Paulista, o Piratininga Bar também comemora seu aniversário na próxima quarta, 25 de janeiro. Para celebrar as duas décadas de existência do local e os 458 anos de São Paulo, o Bar vai promover uma festa na rua, com exposição de carros antigos e uma banda de jazz se apresentando na calçada. A festa é aberta ao público.
Data: 25 de janeiro.
Horário: das 16h às 21h.
Local: em frente ao Piratininga Bar.
Endereço: Rua Wizard, 149 – Vila Madalena – Zona Oeste – São Paulo
Telefone: 3032-9775
www.piratiningabar.com.br
  • Acquaplay – Aniversário de São Paulo
Um parque aquático inflável será instalado na Represa de Guarapiranga, reunindo uma combinação de brinquedos de alta resistência para crianças, jovens e adultos. O Acquaplay, como é chamado, é formado por diversos equipamentos montados sob a água e fixados com bóias de segurança.
Data: 25 de Janeiro
Horário: das 9h às 18h
Local: Represa de Guarapiranga – Praia do Sol
Endereço: Av. Atlântida, altura nº 3.400 (antiga Av. Robert Kennedy)
Grátis
  • Exposição fotográfica - Olhares de uma São Paulo Inclusiva
Jovens com deficiência física, moradores da periferia sul, vão mostrar como enxergam a metrópole através de suas lentes. São fotógrafos amadores que vão inaugurar a exposição fotográfica "Olhares de uma São Paulo Inclusiva", fotos que tiraram em diversos pontos turísticos da capital paulistana.Além da exposição, o coletivo irá lançar o Guia de Roteiros Culturais da capital - Mão na Roda, que oferece sugestões de diversos locais interessantes na cidade que podem ser visitados por pessoas com deficiência. 
Data: 25 de janeiro
Horário: a partir das 13h
Local: Pólo Cultural do Grajaú
Endereço: Rua Professor Oscar Barreto Filho, 50 – Grajaú (Estação Grajaú da CPTM / terminal de ônibus Grajaú)
Grátis
Telefone: 2771-8552 / 8383-8843
www.spinclusiva.blogspot.com
  • Esporte - Torneiro de Volei de Praia
No aniversário da cidade, a praia vem à capital para o Torneiro Internacional de Volei, que acontece na Arena de Eventos do Parque do Ibirapuera. Será construída uma quadra de vôlei de praia. Atletas como Marcelo Negrão, Nalbert, Roberto Lopes e Brian Ivie, jogam no evento e têm como adversárias duplas dos Estados Unidos, Canadá, Áustria e Brasil.
Data: 25 de janeiro
Horário: às 8h
Local: Parque do Ibirapuera - Arena de Eventos (Setor 15)
Endereço: Rua Pedro Álvares Cabral, s/n (entrada Portão 10)
Grátis
www.spvoleidepraia.com.br
  • Aniversário do Mercado Municipal de São Paulo
Quem for ao Mercado Municipal de São Paulo, na rua da Cantareira, irá aproveitar uma grande programação musical, pois além do aniversário da cidade, é também os 79 anos do Mercadão. Às 0h haverá fogos de artifício, seguido de um show do Thobias da Vai Vai. Somando à festa, dois eventos-surpresa. Aproveite e visite a mais antiga loja do local, o Empório Chiappetta.
Data: 24 e 25 de janeiro
Horário: das 20h30 de terça às 16h de quarta
Local: Mercado Municipal de São Paulo
Endereço: Rua da Cantareira, 306 - Sé (Linha 1 Azul do Metrô - Estação São Bento)
Grátis
www.mercadomunicipal.com.br
  • Shows - Parque Villa Lobos
No parque Villa Lobos, haverá diversas bandas com o melhor da MPB. Entre elas, vozes de Ana Cañas, Mariana Aydar e Tiê. As apresentações são no Anfiteatro do parque.
Data: 25 de janeiro
Horário: a partir das 11h30
Local: Anfiteatro do Parque Villa Lobos
Endereço: Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 2001 - Alto de Pinheiros (CPTM - Estação Villa Lobos - Jaguaré)
Grátis
  • Lançamento da seção de podcasts no site "São Paulo Minha Cidade"
Na data em que se comemora o aniversário da cidade, a SPTuris lança no site São Paulo Minha Cidade a seção de histórias em áudio e vídeo, contadas pelos próprios autores. Com o uso dessa plataforma multimídia, os internautas ficam sabendo mais sobre  fatos históricos da cidade, diretamente narradas por quem os viveu.
Data: 25 de janeiro
Site: www.saopaulominhacidade.com.br
  • Praça da República
Quem estiver no Centro de São Paulo na noite desta quarta-feira poderá curtir um show do cantor Ney Matogrosso na Praça da República. A apresentação está prevista para começar às 20h. Ela faz parte das comemorações do 458º aniversário da cidade e é organizada pela Secretaria de Cultura do município.
Cerca de 8 mil pessoas são esperadas para o evento. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) irá monitorar o trânsito na região.
Parque da Juventude
Os moradores da Zona Norte paulistana poderão assistir a um show gratuito da banda Paralamas do Sucesso, no Parque da Juventude, neste aniversário da cidade. A apresentação irá encerrar as atividades do dia e está previsto para começar às 18h.
A partir das 10h, a organização do parque irá organizar passeios monitorados pelo trecho de Mata Atlântica que existe no local. Além disso, aulas de ioga e de dança acontecerão ao longo do dia. Cerca de 15 mil pessoas são esperadas para o evento.
  • Parque do Ibirapuera
Os frequentadores do Parque do Ibirapuera poderão acompanhar diversas partidas de vôlei de praia ao longo desta quarta. A competição chamada Open Cidade de São Paulo irá reunir diversos atletas renomados do Brasil, Estados Unidos, Canadá e Áustria.
Entre os brasileiros estão Nalbert e Carlos Negrão, campeões olímpicos pela seleção brasileira. As partidas começam às 8h. A final está prevista para as 18h. A entrada na Arena de Eventos do parque será gratuita.
O artista plástico Guto Lacaz também irá participar das comemorações no Ibirapuera. Ele irá expor pela primeira vez sua nova intervenção artística no lago interno do parque. Segundo a Secretaria de Cultura, a intervenção recebe o nome de ‘Objetos Flutuantes Não Identificados Ibirapuera’ (OFNIs Ibirapuera).
Serão três cubos com 3 metros de lado, construídos em cima de uma base de 11 caixas de isopor de 170 litros e estrutura metálica revestida em lona plástica. Eles percorrerão o lago três vezes – das 10h às 11h, das 14h às 15h e das 17h às 18h.
Turismo de Metrô
A Prefeitura da cidade irá organizar um passeio de Metrô especial para este aniversário. O Turismetrô, que já funciona nos finais de semana, também terá atividades nesta quarta-feira. Os paulistanos e turistas poderão conhecer diversos pontos históricos da capital paulista ao custo de apenas uma passagem de metrô – R$ 2,90.
Os passeios acontecerão em dois horários, às 9h e às 14h. Durante a manhã, acontecerão os roteiros Sé, Paulista e Theatro Municipal. No período da tarde, os guias farão os percursos da Luz e da Liberdade. Os passeios também são traduzidos para o inglês.
De acordo com a SPTuris, todos os passeios partem da estação Sé com o custo de um bilhete de metrô, comprado no guichê do Turismetrô. Os grupos são de no máximo 25 pessoas. Em caso de chuva, o passeio poderá ser cancelado.
  • Museu do Ipiranga
O Museu Paulista, também conhecido como Museu do Ipiranga, terá entrada gratuita nesta quarta, em comemoração ao aniversário de São Paulo. O museu ficará aberto das 9h às 17h. O acervo do local conta com 150 mil itens, entre coleções de objetos, iconografia e documentação impressa manuscrita.
Em comemoração ao aniversário da Universidade de São Paulo, o museu também estará com uma iluminação especial entre as 20h e 23h. Também nesta quarta, no saguão do museu, terá início a 1ª Feira de Publicações do Museu Paulista da USP. Para quem quiser participar da feira, o ingresso custa R$ 6.
  • Mercadão
O Mercado Municipal de São Paulo comemora 79 anos de existência nesta quarta. Para celebrar a data, diversos shows e apresentações acontecerão a partir da noite desta terça. À 0h, uma queima de fogos está prevista para dar início também às comemorações do aniversário da cidade de São Paulo.
Nesta terça, a programação começa às 20h30. Segundo a organização do evento, haverá shows de Roberto Seresteiro e Demônios da Garoa. Por volta das 23h30, a escola de samba Rosas de Ouro irá desfilar pelos corredores do mercado e levar o público para a saída da Avenida do Estado, onde todos irão acompanhar a queima de fogos.
Após os fogos, que deverão durar cerca de 15 minutos, um bolo de 150 kg será distribuído para todos os presentes, juntamente com um brinde para São Paulo. A banda de Thobias da Vai Vai irá comandar a festa até as 2h. As lanchonetes e bares do mezanino do mercado funcionarão para atender todo o público.
Passeio de trólebus
Pelo sétimo ano consecutivo, a SPTuris irá promover neste aniversário de São Paulo um passeio turístico de trólebus – meio de transporte característico da cidade – por pontos históricos da capital paulista. A rota acontecerá das 9h até as 14h, com saída de hora em hora. O ponto de partida é o Pateo do Collegio.
Segundo a Prefeitura, o passeio tem duração de cerca de 40 minutos e passa por pontos como Edifício Itália, Teatro Municipal, Edifício Martinelli, Banespa e Catedral da Sé. O roteiro é gratuito. A distribuição de senhas começa às 8h30 – as vagas são limitadas.
Debate no Pateo do Collegio
Com objetivo de discutir o futuro da cidade de São Paulo, jornalistas e profissionais de comunicação se encontrarão na manhã desta quarta no Pateo do Collegio para realizar um debate. O tema será ‘A São Paulo do futuro’ e será transmitido ao vivo pela Rádio CBN.
Quem puder ir até o Pateo, poderá ver um cenário com desenhos inéditos elaborados por Ruy Ohtake. As atrações musicais ficarão por conta da banda Tulipa Ruiz e do cantor Marcelo Jeneci. O debate acontecerá das 9h30 até as 12h. Para encerrar a programação,
  • Biblioteca Mário de Andrade
Também discutindo o futuro da cidade, 25 artistas e designers participam de uma exposição na Biblioteca Mário de Andrade, que fica na Rua da Consolação, 94, no Centro, a partir desta quarta. A mostra, chamada de ‘Um cartaz para São Paulo’, irá expor obras de arte em forma de cartazes.
Os artistas plásticos receberam a missão de responder perguntas sobre o crescimento da cidade, como ele se dará, como torná-lo mais sustentável e como conservar o nosso patrimônio cultural. A exposição também faz parte da comemoração de um ano da reinauguração da biblioteca.
A exposição é gratuita e acontecerá, a partir desta quarta, de segunda a sexta-feira das 8h30 até 20h30 e aos sábados das 10h às 17h.
Parque Villa Lobos
Quem quiser assistir a um show de MPB ao ar livre, poderá curtir a apresentação da banda 5 a seco no Parque Villa Lobos, na Zona Oeste da cidade aniversariante. Também participarão do show Ana Cañas, Mariana Aydar e Tiê.Os músicos começarão a tocar às 11h30.
Às 13h, o parque irá receber a banda Os Opalas. Eles irão se apresentar juntamente com Max B.O., Negra Li, Dexter e Paula Lima. De acordo com a organização do evento, a irá misturar MPB com DJ’s. Os shows acontecerão no anfiteatro do parque e a entrada é gratuita.
  • Jazz Sinfônica
Os amantes do jazz poderão desfrutar de um concerto gratuito da Orquestra Jazz Sinfônica, com Fabiana Cozza, Célia e Virgínia Rosa, na região da Bela Vista, nesta quarta. Os músicos se apresentarão a partir das 21h no Teatro Sérgio Cardoso, na Rua Rui Barbosa, 153.
No repertório, segundo a organização do evento, estarão presentes composições de Adoniran Barbosa, Toquinho, Cyro Pereira, Nelson Ayres, Germano Mathias e Ideval Anselmo. As entradas começarão a ser distribuídas a partir das 19h.
Museu de Imagem e Som
O Museu de Imagem e Som (MIS), que fica na Avenida Europa, 158, na região dos Jardins, organiza para esta quarta uma exposição fotográfica chamada Pauliceia 458, em homenagem aos 458 anos da capital paulista. Segundo a curadoria, seis artistas participam da mostra, com o objetivo de expor diversos olhares e pontos de vista da cidade que, segundo eles, ou apaixona, ou desespera. A exposição é gratuita e acontecerá das 13h até as 22h.
Às 16h, o museu irá organizar mais um show gratuito para a população. No horário, o quinteto Pitanga em Pé de Amora irá se apresentar no Auditório do MIS, misturando samba, frevo, jazz, choros e marchinhas. No início da noite, por volta das 19h, a banda 5 a Seco também irá se apresentar no MIS.
Os eventos fazem parte das comemorações do museu para o aniversário de São Paulo. A entrada para eles é gratuita.
  • Instituto Butantan
O Instituto Butantan, na Zona Oeste de São Paulo, preparou uma programação especial de férias, de terça-feira (24) a domingo (29) de janeiro, para pessoas de todas as idades. Durante toda a semana são esperadas mais de 8 mil pessoas para atividades educativas, teatro de fantoches e filmes. Animais peçonhentos serão apresentados ao público, que poderá tocá-los. O objetivo é sensibilizar o público sobre o papel dos animais no meio ambiente e mostrar a sua importância para a saúde humana.
No dia 25 de janeiro, uma oficina vai mostrar às crianças exemplares de centopéias. Haverá ainda contação de estórias e o jogo “O passeio da Centopéia”. Algumas atividades exigem inscrição prévia.
O Instituto Butantan, que fica na Avenida Vital Brasil 1.500, no Butantã, abre de segunda a domingo, das 8h às 17h. Os museus abrem de terça a domingo, das 9h às 16h30, e a entrada custa R$ 6. Para conferir a programação completa, visite o site.
  • Ciclofaixa
A CET irá operar parte da Ciclofaixa neste feriado. De acordo com a companhia, o objetivo é oferecer mais uma opção de lazer para os paulistanos no dia do aniversário da cidade. Três trechos funcionarão das 7h até as 16h. São eles:
- Avenidas Indianópolis e República do Líbano, Rua Inhambú, avenidas Hélio Pellegrino e Brigadeiro Faria Lima, ruas Elvira Ferraz, Fiandeiras, Olimpíadas, Gomes de Carvalho e Funchal, avenidas Chedid Jafet e Henrique Chamma.
- Avenidas Henrique Chamma e Chedid Jafet, Rua Funchal e Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini.
- Avenidas dos Tajuras, Afrânio Peixoto e Lineu de Paula Machado.
Outros três trechos da Ciclofaixa serão ativados apenas entre as 12h e 16h:
- Avenida Jornalista Roberto Marinho
- Rua Alvarenga
- Ponte Cidade Universitária, Avenida Professor Manoel José Chaves, Praça Pan Americana e Avenida Professor Fonseca Rodrigues.
  • Catedral da Sé
A Igreja Católica de São Paulo vai celebrar os 458 anos de fundação da cidade com uma missa na Catedral da Sé, às 9h da manhã. De acordo com a assessoria da arquidiocese, o governador Geraldo Alckmin e o prefeito Gilberto Kassab confirmaram presença.
Além do aniversário da cidade, os católicos vão celebrar também a festa da conversão do apóstolo São Paulo, Patrono da Arquidiocese.
Memorial da América Latina
A Fundação Memorial da América Latina, na Barra Funda, programou para o aniversário da cidade o show “Um tango para São Paulo – Viaje al Sentimiento”, com artistas vindos da Argentina para uma turnê nacional. A entrada é franca e os ingressos começaram a ser distribuídos nas bilheterias do Memorial, que ficam abertas das 14h às 19h. A apresentação será às 20h desta quarta, no Auditório Simón Bolivar.
No feriado, a visitação aos espaços do Memorial será normal, das 9h às 18h. A exceção é o Salão de Atos, fechado ao público para a montagem da Exposição Guerra e Paz, de Portinari, que será inaugurada no dia 7 de fevereiro.
Fonte: G1, Portal Cidade de São Paulo e Wikipédia
São Paulo, 458 anos de história São Paulo, 458 anos de história Reviewed by Natan C. Bezerra on 1/25/2012 11:55:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais