Governo da Paraíba já convocou 2.036 concursados em 15 meses de gestão


Em apenas 15 meses, o Governo do Estado da Paraíba já convocou 2.036 aprovados em concursos públicos. Deste total, 1.016 foram nomeados em solenidade realizada na última sexta-feira (16), todos classificados no primeiro certame realizado pela atual gestão, em janeiro passado. Os demais foram aprovados em concursos desenvolvidos por administrações anteriores, mas que ainda seguiam aguardando convocação. “É mais uma demonstração do nosso compromisso com os concursados e com a melhoria dos serviços prestados à população”, disse o governador Ricardo Coutinho.
Os números foram apresentados durante o programa “Fala Governador” desta segunda-feira (19), transmitido pela rádio Tabajara, no começo da tarde, em cadeia com varias emissoras. Do ano passado pra cá, o Governo do Estado registrou uma média de 135 nomeações de concursados por mês.
  • Concursados:
Educação – Os nomeados na última sexta foram aprovados no concurso de magistério da rede estadual de ensino. O edital para o certame foi publicado em outubro de 2011, registrando 11.373 candidatos inscritos para concorrer a 1.040 vagas. As provas foram realizadas em janeiro e, dois meses depois, todos os aprovados já estavam nomeados. “Foram apenas cinco meses entre a publicação do edital e a posse dos classificados; ou seja, tempo e quantidade de nomeações recordes”, destacou Ricardo.
Do concurso do magistério, 24 vagas acabaram não sendo preenchidas, por não terem nenhum candidato aprovado. Foram convocados professores para todas as regiões do Estado, e a expectativa é de que eles já ocupem as salas de aula a partir do fim desta semana.
De janeiro de 2011 até hoje, o Governo convocou 1.020 aprovados em nove concursos de administrações anteriores, sendo 415 classificados no certame para o efetivo da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa); 22 para a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB); 317 agentes penitenciários; 145 policiais civis; quatro auditores fiscais; 65 técnicos de defesa agropecuária; e cinco procuradores. “Queremos realizar novos concursos. Só não fizemos isso até então porque as condições do Estado ainda não permitiram”, explicou.
  • Sociologia e filosofia
Ainda entre os aprovados em concursos de gestões anteriores, estão 47 professores de sociologia e filosofia, classificados em certame realizado em 2008. A atual administração do Governo do Estado assinou as portarias autorizando a nomeação deles, entretanto, um impasse no Ministério Público (MP) está impossibilitando a efetivação dos profissionais, por enquanto.
“Esta pendência diz respeito à validade do diploma desses professores para a prática do ensino nas salas de aulas. Nós defendemos que ele tenha valor, mas não podemos fazer nada sem o atesto do Ministério Público”, explicou o governador, acrescentando que, ainda este mês, deve acontecer uma reunião entre os aprovados e o MP. “Se a decisão final for favorável aos professores, eles estarão com a nomeação garantida imediatamente”, garantiu.
  • Homenagem
Uma das aprovadas no concurso do magistério foi a professora Isabela Pajussara, estuprada e morta na cidade de Queimadas, Agreste paraibano, no último dia 12 de fevereiro – um caso que chocou todo o Brasil. Segundo Ricardo Coutinho, Isabela havia sido aprovada na primeira colocação para a disciplina de Química. Na solenidade de nomeação, a vítima foi homenageada com um minuto de silêncio. Os sete acusados foram presos pela polícia poucas horas após o crime.
Na última sexta-feira, por exemplo, enquanto discursava na solenidade de nomeação dos aprovados no concurso do magistério, Ricardo foi surpreendido por uma manifestação de funcionários da UEPB. Ele deu continuidade ao seu pronunciamento e, inclusive, foi defendido pelos concursados presentes na ocasião, como pode ser conferido em vídeos postados na internet. Entretanto, uma emissora de TV informou que o governador teria cessado suas palavras diante dos manifestantes.
“Um dos pilares da democracia é a liberdade de imprensa. Mas você não pode ter liberdade para mentir, querendo fazer com que o povo acredite em algo que não é verdadeiro. Estou sendo vítima disso desde minha primeira semana no Governo”, disse. Ricardo frisou que a população sabe da importância de ter o devido cuidado com a informação veiculada.
“Prezo pelo respeito nas relações, mas não aceitarei que mentiras sejam usadas dessa forma. No mais, a cada mentira dita, responderemos com a verdade. E nossa resposta é uma só: trabalho. Deixo claro que isso não vai me desviar do caminho de desenvolvimento pelo qual estamos avançando”, acrescentou.
  • Estradas:

R$ 348 mi em estradas – O Governo do Estado está investindo R$ 348 milhões em estradas por toda a Paraíba. Em apenas um ano e dois meses da atual administração estadual, Ricardo Coutinho já havia assinado 30 ordens de serviço para a pavimentação e a restauração de rodovias. Fora isso, o governador anunciou que deverá investir mais R$ 250 milhões em estradas, por meio de um novo empréstimo no BNDES, já aprovado pela Assembleia Legislativa.Mais dois trechos, inclusive, foram inaugurados no último final de semana, nas regiões do Curimataú e Seridó. Um deles foi o acesso a São Vicente do Seridó, que possui 1,7 quilômetros e custou R$ 480 mil. O outro é o trecho de 22 quilômetros da PB-177, que liga Nova Palmeira a Picuí, num investimento de R$ 5,4 milhões.
“Hoje, a Paraíba é um canteiro de obras. O Estado toma para si a missão de ser indutor do desenvolvimento, e temos feito isso em muito pouco tempo. Nosso compromisso é transformar a Paraíba, para que a população possa viver melhor no presente e no futuro”, destacou Ricardo Coutinho.
Fonte: Secom PB
Foto: José Marques
Governo da Paraíba já convocou 2.036 concursados em 15 meses de gestão Governo da Paraíba já convocou 2.036 concursados em 15 meses de gestão Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 3/20/2012 11:01:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais