Semana da Agricultura incentiva a produção agrícola na Paraíba


Agricultores familiares, entidades e instituições participam da 2ª Semana da Agricultura, uma iniciativa do Governo do Estado, que foi aberta nesta segunda-feira (23) e se estende até o dia 31 de julho, com atividades em João Pessoa, Sousa, Remígio, Campina Grande, Juarez Távora e Piancó. O objetivo é estimular a produção agrícola na Paraíba. Paralelo à feira, que acontece na Praça do Povo do Espaço Cultural José Lins do Rego, se realiza até esta quarta-feira (25) o 1º Salão da Agricultura.
No Espaço Cultural, o público dispõe de 30 estandes com produtos agroecológicos. A feira é aberta às 8 h e vai até às 22 h com entrada franca. Os visitantes podem participar de palestras, mini cursos e oficinas nos estandes da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, da Emepa, Emater, Empasa e Interpa, sobre os temas: Insumos para agricultura orgânica, Cooperativismo, Acesso aos Programas de Aquisição de Alimentos pelas Mulheres Rurais, Agricultura sem agrotóxicos e Alternativas para Avicultura.
No 1º Salão da Agricultura estão sendo compartilhadas experiências por parte dos expositores e comerciantes sobre a venda e aceitação de seus produtos em outras feiras realizadas no estado durante todo o ano com produtos da agricultura familiar, através do Projeto Cooperar.
A agricultora familiar e artesã Maria das Neves de França, do município de Lucena, integra a Associação Mãos que se Ajudam, cujo principal produto é a conhecida Cocada na Kenga, uma marga registrada. O saboroso produto é uma tradição em diversos eventos realizados dentro e fora do estado. A associação tem diversos projetos e o principal é a produção da cocada na Kenga, que envolve nove famílias. “Sobre o artesanato tudo o que é do coco a gente aproveita e a respeito da feira ela está sendo uma boa oportunidade para a gente expor e vender nossos produtos”, declarou Maria das Neves.



Foto: João Francisco/ Secom.PB
Apivas – A Associação dos Produtores Irrigantes das Várzeas de Sousa – Apivas é composta por oito famílias e duas delas já vendem seus produtos com o selo de certificação de qualidade como produto orgânico. A Apivas já fornece produtos a redes de supermercados de Recife e João Pessoa e em breve vai fornecer também frutas. Os produtores das Várzeas de Sousa também vendem para o mercado local e para o Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE.
Antonio Andrade, um dos diretores da associação, revela que as oito famílias produzem por mês cerca de dez toneladas de verduras, hortaliças e frutas. O empreendimento começou em 2006. Pelo Cooperar a entidade está adquirindo um trator no valor de R$ 166 mil. O agricultor Carlos Antero, “Carlão”, do município de Pitimbu trouxe para a feira polpa de frutas, maracujá, mamão, inhame, milho, macaxeira, acerola, dentre outros produtos agroecológicos. Ele representa a CooperVida – Cooperativa Agrícola Amiga dos Produtores de Pitimbu. “Essas feiras sempre devem existir porque divulgam nossos produtos saudáveis, sem agrotóxicos e isto é saúde”, comentou o expositor.
A Cooperativa Mulheres em Ação, de Campina Grande, também participa da feira. Sueli Marques de Lucena expõe cocada e farinha de gergelim, além de farinha de linhaça. Representando Jacaraú, a Associação Rural Apícola de Jatobá e de Lagoa de Dentro está expondo na feira mel e castanha natural ou caramelizada. Josinaldo Guilherme Justino afirmou que o Projeto Cooperar é um importante parceiro da entidade.
A 2ª Feira da Agricultura também conta com a participação da Associação Desenvolvimento Sustentável de Macacos e Furnas, duas comunidades rurais da cidade de Areia. Junto ao Empreender Paraíba e BNDES a entidade aprovou um projeto de Arranjo Produtivo Local (APL) para aquisição de um veículo e  instalação do peck house. O valor do projeto é de R$ 253 mil. Maria Marta dos Santos Lima informou que a associação produz flores em miniatura produzidas por 53 mulheres. “A feira é boa, incentiva muito os agricultores e dá para vender bem”, disse Marta.
Foto: João Francisco/ Secom.PB
Atividades – No Salão também são discutidos temas na modalidade do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na Agricultura Urbana, Alimentação Animal com a palma forrageira no semiárido, Programa Nacional de Habitação Rural, Crédito de Emergência e Estiagem e Construção de Cisternas de alambrado pelo Projeto Cooperar.
A feira oferece ainda a apresentação de cardápios do Programa Nacional de Alimentação Escolar, uma parceria da Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca com a Secretaria de Estado da Educação. Em Sousa, a 2ª Feira da Agricultura acontece nesta sexta-feira (26), com a Vitrine Tecnológica – na Estação da Emepa no Projeto de Irrigação Várzeas de Sousa, às 9h.
No dia 27, a partir das 7h, acontece a Feira Agroecológica, em Remígio. Às 9 h, em Campina Grande, haverá reunião especial do Gabinete da Palma, no Instituto Nacional do Semiárido, com entrega de raquetes de palma resistente à cochonilha do carmim. Às 11h, em Juarez Távora, visita ao projeto COEP, no assentamento Margarida Maria Alves.
Foto: João Francisco/Secom-PB
Em Piancó, no dia 28, acontece a Vitrine Tecnológica sobre alimentação animal às 9h, no Parque de Exposição de Animais, e às 11h, a Exposição de Produtos do Arroz Vermelho.
No dia 29, em João Pessoa, será realizada a regulamentação da Feira de Animais do Parque de Exposições Henrique Vieira de Melo. No dia 30, também na Capital, a programação é a segunte:
8h – visita à fábrica de doces e sucos Doce Mel
9h – Visita à Estação de Camaratuba
10h – Visita à Tribo Indígena no Litoral Norte
11h – Visita à Estação de Energia Eólica de Camaratuba
12h – Divulgação do Turismo Rural na Barra de Camaratuba.
A 2ª Feira da Agricultura termina em Campina Grande no dia 31, Dia do Agricultor, com um evento no Parque do Povo. Confira toda a programação: clique aqui.
    Semana da Agricultura incentiva a produção agrícola na Paraíba Semana da Agricultura incentiva a produção agrícola na Paraíba Reviewed by Natan C. Bezerra on 7/25/2012 10:35:00 AM Rating: 5

    WRB nas redes sociais