Oi, TIM e Claro voltam a vender, mas Anatel promete nova avaliação

Após quase duas semanas suspensas por problemas na rede e no atendimento a clientes, as operadoras Claro, Oi e TIM voltam a vender novas linhas de telefonia móvel e internet 3G nesta sexta-feira. A revogação da suspensão de vendas foi anunciada nesta quinta-feira pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A agência se comprometeu a fazer uma avaliação trimestral, município por município, em todos os indicadores (parâmetro de rede, atendimento e interrupção do serviço celular) para verificar o avanço das melhorias.
O fim da sanção às operadoras acontece mediante apresentação de um plano de investimentos, cobrado pela agência, para garantir a melhoria dos serviços em todo o País. As três operadoras juntas anunciaram investimento de R$ 20 bilhões para serem executados até 2014. A Claro se comprometeu a investir R$ 6,3 bilhões, a TIM, R$ 8,2 bilhões, além da Oi, que anunciou investimento de R$ 5,5 bilhões. A Anatel acredita que do total de R$ 20 bi, cerca de R$ 4 bi foram acrescidos pela punição aplicada pela agência.
Segundo o o presidente da Anatel, João Rezende, ainda há "possibilidade de nova suspensão, caso as medidas não sejam eficazes". "Se daqui a três meses encontrarmos algum tipo de problema que as empresas não tiverem condições de tratar, tomaremos providências necessárias para que se adequem os investimentos", reforçou o superintendente de serviços privados da Anatel, Bruno Ramos.
A primeira avaliação trimestral será feita em novembro. Até lá, a Anatel espera que o serviços de atendimento ao cliente apresentem uma melhora significativa. Para a melhoria de rede, a agência espera resultados em prazo de quatro a seis meses.
  • Punição:
No dia 18 de julho, a Anatel decidiu suspender a venda de novas linhas telefônicas de três das maiores empresas de telefonia celular, que entrou em vigor no dia 23 do mesmo mês. A agência havia proibido a TIM de vender em 19 Estados, a Oi em cinco Estados e a Claro em três. A medida também impedia a chamada portabilidade para as operadoras punidas. Se a determinação fosse desrespeitada, as operadoras pagariam multa de R$ 200 mil por dia.
Saiba quais são os estados, no post publicado anteriormente: clique aqui para ver. A determinação da Anatel também valeu para os modens que permitem acesso à internet. As empresas foram recebidas pela agência nas últimas semanas para apresentarem planos de investimentos para o setor, que contemplasse a melhoria na oferta dos serviços. A Vivo, única da grande operadoras nacionais a não receber sanção, também teve de levar uma proposta para melhoria dos seus serviços.
  • Infraestrutura:
O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (SindiTelebrasil) defendeu a necessidade de uma mobilização das autoridades a fim de criar condições para agilizar a implantação de infraestrutura de telecomunicações e a expansão dos serviços de telefonia no País.
O sindicato ressaltou que existem mais de 250 leis municipais que dificultam a melhoria da infraestrutura de telefonia móvel, especialmente no que se refere à instalação de antenas, comprometendo a prestação dos serviços. De acordo com o sindicato, a quarta geração da telefonia móvel (4G), que começará a operar no próximo ano, vai exigir pelo menos o dobro do número de antenas usadas hoje pela tecnologia 3G.
Oi, TIM e Claro voltam a vender, mas Anatel promete nova avaliação Oi, TIM e Claro voltam a vender, mas Anatel promete nova avaliação Reviewed by Natan C. Bezerra on 8/04/2012 09:30:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais