Governo brasileiro estuda facilitar entrada de médicos portugueses e espanhóis


O governo brasileiro está neste momento a ponderar a entrada no país de médicos estrangeiros, sobretudo oriundos de Portugal, mas também de Espanha. Com carência no sector, o Brasil estuda facilitar a entrada de médicos no país, principalmente devido a falta de profissionais no país. Com um índice de 1,8 médicos por cada 1.000 habitantes, o Governo brasileiro tem como meta alcançar a média de 2,5 em 2020. Mas, até lá, é necessário mão-de-obra especializada.

A melhor opção é sempre formar médicos mas, neste momento, o Brasil atrai muita mão-de-obra qualificada e isso é interessante para o país. Na medicina são necessários seis anos de formação e a verdade é que temos uma carência de médicos, reconheceu o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, que revelou ainda no domingo, em Espanha, que o Governo brasileiro está a criar 1.600 novos lugares nas faculdades públicas. Segundo o diário Folha de São Paulo, o Governo brasileiro avalia neste momento cerca de 900 diplomas estrangeiros. No ano passado, das propostas recebidas, apenas 10% foram aprovadas.
Governo brasileiro estuda facilitar entrada de médicos portugueses e espanhóis Governo brasileiro estuda facilitar entrada de médicos portugueses e espanhóis Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 11/19/2012 09:23:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais