Master #01: Aprovação do implante obrigatório do microchip nos EUA


Olá leitores do Blog Jornalista WRB, seja bem-vindo ao WRB 2.0, com novo visual e novidades, como o Artigo Master, que é uma serie de artigos especiais publicados quinzenalmente, com assuntos sobre ciência, tecnologia, curiosidades, religião e muito mais. Nesse primeiro Artigo Master vamos falar sobre um assunto de grande importância, mas também muito polemico; ele estar relativo aos fins dos tempos, e é a Aprovação do implante do Micro Chip nos Estados Unidos como obrigatoriedade. E já estão sendo implantado em mais de 20 países e 250 unidades de corporações. Fique Alerta!
  • Lei HR 4872:
Essa ideia do Biochip é antiga, vejam que em 1993, o microchip já era alvo de discussões e desde então temos visto a ascensão dessa tecnologia por toda a mídia mundial. Em 21 de março de 2010, a Câmara aprovou o Senado projeto de lei de Saúde e da Casa da Reconciliação Lei HR 4872. O projeto do Senado vai ao Presidente para assinatura e o projeto de lei Reconciliação, HR4872, vai ao Senado para aprovação. Veja todos os detalhes (em inglês) da Lei HR 4872: http://housedocs.house.gov/rules/hr4872/111_hr4872_reported.pdf E a FDA informações sobre Classe II: http://www.fda.gov/downloads/Medical.../ucm072191.pdf
  • Uso obrigatório do chip:
O microchip será obrigatório, sem ele os norte-americanos não poderão acessar os serviços de saúde. Pela lei, a partir de março de 2013, cada cidadão americano é obrigado a implantar um microchip de identificação por radio frequência (RFID), conforme exigido pela Lei de cobertura universal de saúde, que terá inicio a partir de março como uma Reforma Sanitária.
  • “Objetivo”:
A criação de um registro de identificação Nacional de Saúde para permitir "um melhor acompanhamento de pacientes que queiram qualquer informação sobre sua saúde, tais como registros médicos, reclamações de seguros, dados de farmácia, etc.” Ele serve também como sistema de autenticação do cliente pela palma da mão! Para retirar dinheiro em um caixa eletrônico, o cliente coloca a mão aberta em um escaner e esse reconhece a mão, que essa seja pre-cadastrada no sistema do banco. O sistema reconhece o padrão das veias da mão, que é único em cada indivíduo, tornando impossível qualquer tipo de fraude! Serve como localizador de pessoas, “inibindo sequestros”.
  • Chip da Mondex:
A Motorola do Brasil é quem está produzindo o microchips para o Mondex Smartcard que desenvolveu vários implantes em humanos usando o biochips. Em informações não confirmadas, surgiram rumores e informações de que a Motorola do Brasil em Campinas/SP, já teria um estoque de 200 milhões desses biochips prontos para implantes.
O que muitos desconhecem é que em 2003, a empresa VeriChip Corp assinou, um contrato sigiloso de distribuição exclusiva no Brasil do VeriChip RFID, para a implantação de milhares de chips localizadores subcutâneos, ou seja, abaixo da pele, modelo Solusat.
O chip BT952000 foi criado por Dr. Carl Sanders que foi orientado em 17 reuniões da Nova Ordem Mundial para que se podesse ser desenvolvido um dispositivo para uso global para identificação de humanos para o propósito do comércio econômico global. Eles usará a tecnologia que tem hoje para você acreditar e usar o chip que avança em vários países. Dr. Sanders estava contra o uso da bateria de lítio porque era de conhecimento que se o invólucro do microchip quebrasse, causaria uma fervura dolorosa que causaria muita agonia ao hospedeiro.
Depois que Dr. Sanders deixou o projeto, ele foi apresentado aos escritos proféticos da Bíblia relativo à "marca da besta". Ele se converteu então à fé Cristã e agora administra seminários neste tópico. Ele desenvolveu uma patente médica, vigilância, e equipamento de segurança para o FBI, CIA, IRS, IBM, GE, Honeywell, e Teledyne. Ele também recebeu o prêmio do Presidente dos EUA e Governador por desígnio de excelência.
  • Características e curiosidades do Mondex:
O bio-chip mede 7 milímetros de comprimento e 0.75 milímetros m largura, mais ou menos o tamanho de um grão de arroz. Contém um transponder e uma bateria de lithium recarregável. A bateria é carregada por um circuito de thermo-par que produz voltagem de flutuações com a temperatura do corpo.
Eles gastaram mais de 1.5 milhões de dólares nos estudos para saber o melhor local para colocar este biochip no corpo humano. Eles só acharam dois lugares satisfatórios e eficientes - a testa, de baixo do couro cabeludo, e a parte de trás da mão, especificamente a mão direita!
Os países que já adotam o implante desse microchip são: Reino Unido, Canadá, Israel, Alemanha, Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália  China, Indonésia, Macal, Filipinas, Cingapura, Tailândia, índia, Sri Lanka, Taiwan, Costa Rica, Guatemala, Nicarágua  Panamá, Honduras, El Salvador, e o Brasil!
Os seres vivos, seja humanos ou animais, após colocados os chips não podem retirar, pois estará sujeito a morte, pois quebraria ao retirar e iria liberar lithium, substância nociva ao seres vivos.
MasterCard e Visa, se unirá em um só, formando a Mondex, tornando a maior empresa do mundo. Mondex significa: Dinheiro na mão direita. Mon= Relativo ao dinheiro; Dex= Pertencendo ou localizado na mão direita.
  • Pesquisas:
Pesquisa feita pela Associação Alemã das Empresas de Informação, Telecomunicação e Novas Mídias (Bitkom) revela que 23% dos moradores do país topam ter um microchip inserido no próprio corpo, contanto que isso traga benefícios concretos a eles. O levantamento, realizado com cerca de mil pessoas de várias cidades, foi divulgado na feira de tecnologia Cebit, em Hannover. A pesquisa tem como objetivo mostrar que a divisão entre vida real e vida digital é cada vez mais estreita. O tema da Cebit neste ano é "Connected Worlds" (mundos conectados). "Esse é um grande exemplo de quão longe as pessoas querem que as redes cheguem", disse o presidente da Bitkom, August-Wilhelm Scheer.
Pesquisa semelhante feita no fim de 2006, na Inglaterra, mostrava que um em cada vinte adultos se dizia disposto a usar um microchip no corpo para evitar o uso de cartões de crédito ou dinheiro vivo nas compras. O estudo, promovido pelo Instituto Britânico para o Estudo do Setor da Alimentação (IGD), mostrava ainda que a proporção aumentava para um em dez quando o público entrevistado era composto por adolescentes.
  • FONTES:
http://criacionista.blogspot.com/2010/03/um-quarto-dos-alemaes-aceitam-implantar.html
http://virtudesdeumhomem.blogspot.com.br/2012/05/chip-mondex-marca-da-besta-ja-e-lei-nos.html
http://somdaverdade.webnode.com.br/mondex-obrigatorio-em-2013/
O que você achou do artigo? Você colocaria o chip em seu corpo? Comente abaixo a sua opinião:
Master #01: Aprovação do implante obrigatório do microchip nos EUA Master #01: Aprovação do implante obrigatório do microchip nos EUA Reviewed by Natan C. Bezerra on 1/24/2013 01:50:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais