Paraíba estar preparada para visita da Presidente Dilma Rousseff

O Governo do Estado finalizou os preparativos para a visita da presidenta Dilma Rousseff ao Canal das Vertentes Litorâneas, na cidade de Itatuba, localizada no Agreste paraibano. Durante todo o domingo (3), as equipes do cerimonial da Presidência da República, do Ministério da Integração Nacional, do Exército Brasileiro e da Secretaria da Comunicação Institucional do Governo da Paraíba (Secom), estiveram na cidade coordenando a montagem e estrutura para a visita da comitiva presidencial.
Nesta segunda-feira (4), Dilma Rousseff, ao lado do governador Ricardo Coutinho e do ministro da Integração Nacional, Fernando Coelho, assinam a ordem de serviço para o início do segundo trecho do canal Acauã-Araçagi, com investimentos de R$ 106 milhões. A assinatura acontecerá durante a visita às obras da primeira etapa do denominado Canal das Vertentes Litorâneas, que tem investimentos orçados em R$ 956 milhões e ofertará segurança hídrica para 590 mil pessoas de 37 municípios.
  • Dilma e Ricardo assinam ordem de serviço
A presidenta da República, Dilma Rousseff, o governador Ricardo Coutinho e o ministro da Integração Nacional, Fernando Coelho, assinam, nesta segunda-feira (4), a ordem de serviço para o início do segundo trecho do canal Acauã-Araçagi, com investimentos de R$ 106 milhões. A assinatura acontecerá durante a visita às obras da primeira etapa do denominado Canal das Vertentes Litorâneas, no município de Itatuba, onde estão sendo aplicados R$ 160 milhões. O canal terá investimento total de R$ 956 milhões e ofertará segurança hídrica para 590 mil pessoas de 37 municípios.
O empreendimento, sob a responsabilidade do Ministério da Integração Nacional, é uma parceria com o Governo da Paraíba e faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC-2). Ao todo, 16 mil hectares de terras para agricultura serão pontecializados, o que mudará o perfil econômico dos 37 municípios beneficiados. O primeiro lote beneficiará as populações de Ingá, Mogeiro, Itabaiana, São José dos Ramos, Sobrado, Riachão do Poço, Sapé, Mari, Cuité de Mamanguape, Itapororoca e Araçagi.
De acordo com o secretário dos Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, João Azevedo, a presidenta Dilma Rousseff, o governador Ricardo Coutinho e comitiva visitarão a tomada d’água do canal, na barragem Acauã, o marco zero da obra. O empreendimento será uma das obras estruturantes que receberão e distribuirão as águas da transposição do rio São Francisco na Paraíba.
Atualmente, estão trabalhando na construção do canal Acauã-Araçagi, com extensão total de 112,5 quilômetros, cerca de 500 profissionais entre operários, engenheiros e técnicos. No momento, estão sendo feitas muitas escavações de rochas com profundidades de até 24 metros na tomada d’água, além de fundações em concreto da tubulação. As tubulações compreendem três canos com 1,9 metros de diâmetro, cada um. No pique do segundo trecho, os trabalhos envolverão mais de 800 operários e dezenas de máquinas. A obra compreende seis etapas úteis divididas em três contratos.
O secretário de Infraestrutura Hídrica do Ministério da Integração, Francisco Teixeira, que participou de entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (1), junto com o secretário João Azevedo e outras autoridades, na superintendência da Caixa Econômica Federal, em João Pessoa, informou que a Paraíba está sendo contemplada no conjunto de obras com cerca de R$ 1,3 bilhão, incluindo o Canal das Vertentes Litorâneas (Acauã-Araçagi), os recursos do PAC Seca, o Programa Água para Todos.
O Canal das Vertentes Litorâneas vai transpor vazões de água que variam de 10 metros cúbicos por segundo a 2,5 metros cúbicos por segundo no trecho final. Iniciadas em outubro de 2012, as obras têm previsão de serem concluídas em maio de 2015.
Até o final de 2014, o Governo Federal tem uma previsão de investimentos (recursos já assegurados) de R$ 22 bilhões no Nordeste. “São R$ 8,2 bilhões para as obras do Projeto de Transposição de águas do Rio São Francisco e  quase R$ 14 bilhões para aplicar em outras obras hídricas estratégicas nos estados do Nordeste semi-árido”, destacou Teixeira.
O Canal das Vertentes Litorâneas vai transpor vazões de água que variam de 10 metros cúbicos por segundo a 2,5 metros cúbicos por segundo. As obras têm previsão de serem concluídas em maio de 2015.
Fonte: Secom PB
Foto: Francisco França
Paraíba estar preparada para visita da Presidente Dilma Rousseff Paraíba estar preparada para visita da Presidente Dilma Rousseff Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 3/04/2013 10:07:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais