Cidades-sede da Copa das Confederações com arenas prontas

A presidenta Dilma Rousseff visitou nesta segunda-feira (20) a Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco e disse que o governo será um parceiro do setor sucroalcooleiro e estará sempre aberto ao diálogo. Durante discurso, a presidenta citou a destinação de R$ 125 milhões em subsídios para os produtores de cana-de-açúcar da região Nordeste para ajudá-los a enfrentar a seca e a recompor os seus canaviais.
Serão beneficiados diretamente 17 mil produtores, com um auxílio de R$ 12 por tonelada de cana, limitado a 10 mil toneladas por produtor. A medida ajudará especialmente os pequenos plantadores a manterem sua renda, já que está sendo estimada uma perda de aproximadamente 30% na produção. Para ter acesso ao subsídio, o produtor deve apresentar à Conab as notas fiscais que comprovam a entrega do produto às usinas.
Sempre que for possível, podem ter certeza que o governo federal será parceiro dos senhores, será parceiro em todas as áreas e, sem sombra de dúvida, é importante que vocês tenham uma interlocução com o Ministério da Fazenda, o Ministério da Agricultura e, quando for o caso da Previdência, com o Ministério da Previdência. Nós também, lá na Presidência, estaremos sempre abertos para esse diálogo, seja das lideranças dos senhores – aqui nós temos líderes inequívocos – como também dos representantes, o que eu considero muito importante”, disse a presidenta.
Para Alexandre Andrade Lima, diretor-presidente da União Nordestina dos Produtores de Cana, a medida vai beneficiar principalmente os agricultores familiares, que produzem menos de mil toneladas de cana e representam 90% dos atingidos.
A presidenta teve sensibilidade em relação a situação dos produtores da Zona da Mata, que enfrentam a pior seca dos últimos 50 anos, com graves prejuízos aos setor no Nordeste. É o quarto ano seguido dessa subvenção, e com o aumento estamos muito satisfeitos. É a salvação”, afirmou Alexandre Andrade.
Presidenta Dilma Rousseff; o governador de Pernambuco, Eduardo Campos; e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo; durante o primeiro evento-teste da Arena Pernambuco. Quando a presidenta Dilma se preparava pra dar o ponta pé o netinho dela que já estava de olho na bola dispara e chuta, mas em seguida chuta e o  ministro do Esporte, Aldo Rebelo, facilita fingindo não poder pegar, afinal tinha que ser ela é a chefe da nação Brasileira.
Dilma e agricultores de Pernambuco - Foto: Dani Neves
A presidenta Dilma Rousseff participou, nesta segunda-feira (20), do primeiro evento-teste da Arena Pernambuco, em Recife. Times formados por operários, em dois tempos de 20 minutos, estrearam o gramado do sexto e último estádio da Copa das Confederações. Concebida para ser multiuso, a arena terá, por ano, 70 datas reservadas ao futebol, recebendo também eventos de outros esportes, além de shows, feiras e convenções.
Construído em São Lourenço da Mata, região metropolitana de Recife, o estádio tem capacidade para 46.106 espectadores, com assentos individuais e rebatíveis, área vip com 102 camarotes e 1,6 mil lugares. Conta ainda com dois telões de LED que medem 77,4 m², cada um, com 281 trilhões de cores e 20 mm de distância entre pixels.
A arena recebeu investimento de R$ 532 milhões, com R$ 400 milhões de financiamento federal via BNDES. São 128 mil m² de área construída, divididos em seis pavimentos. Durante a Copa das Confederações, em junho, a arena receberá Espanha x Uruguai, dia 16, Itália x Japão, dia 19, e Uruguai x Taiti, dia 23. Já na Copa do Mundo, em 2014, serão cinco jogos.

Recife - Arena Pernambuco

Recife, uma cidade entusiasta do futebol, que abriga três clubes tradição em cenário nacional como Náutico, Santa Cruz e Sport e já sediou uma partida da Copa do Mundo da FIFA Brasil 1950 (Chile 5 x 2 EUA, na Ilha do Retiro), ganha um novo estádio, que receberá cinco partidas do Brasil 2014. 
Essa arena, que será cercada por outros empreendimentos, fica localizada em São Lourenço da Mata, na zona metropolitana da cidade, a 19 km do Aeroporto Internacional dos Guararapes. O projeto é visto como uma alavanca econômica para a expansão da Grande Recife, em uma região considerada carente. Estima-se que o local se desenvolva em um bairro com cerca de cinco mil unidades residenciais. 
Com capacidade para 43.921 pessoas e construída por meio de uma parceria público-privada, a Arena Pernambuco passará a acolher partidas do Náutico a partir de junho de 2013, depois de acordo fechado com o clube alvirrubro em outubro de 2011. 
As praias da cidade impressionam. As mais belas são a de Boa Viagem, a mais famosa praia urbana da região, e a de Porto de Galinhas, um dos destinos turísticos mais populares do país, a 70 quilômetros do centro recifense. Praia urbana e bastante movimentada. Seus 7 km de extensão reúnem várias opções de lazer. As melhores áreas para banho de mar são indicados por placas de sinalização. A prática do surf, no entanto, é proibida. Mas sua orla é uma atração à parte. Com muitos quiosques, bares e quadras poliesportivas, a praia de Boa Viagem é o destino de vários recifenses durante os finais de semana. É a mais completa de Pernambuco em relação à infraestrutura de hotéis
Os turistas, porém, não terão de se contentar apenas com as belezas naturais da região. Somando o legado do período holandês com as muitas eras de prosperidade da capital pernambucana, a cidade oferece muita história aos seus visitantes. Os principais pontos de visitação são o Forte Orange, na ilha de Itamaracá, e todo o centro histórico de Olinda, patrimônio cultural da UNESCO desde 1982.
Blog do Planalto
Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Cidades-sede da Copa das Confederações com arenas prontas Cidades-sede da Copa das Confederações com arenas prontas Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 5/21/2013 11:17:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais