A Dilma Rousseff assina decreto que permiti migração de rádio AM para FM

Hoje como o Dia do Radialista a presidenta Dilma Rousseff  homenageia assinando nesta quinta-feira (7) o decreto que permite a migração das emissoras de rádio AM para a faixa FM. A cerimônia está marcada para as 11h, no Palácio do Planalto. Essa migração sempre foi uma das reivindicações antigo da classe dos radiodifusores. Estima é que 90% das 1.784 emissoras AM passarão a operar na faixa FM.
A migração é um desejo antigo dos radiodifusores, que enfrentam cada vez mais dificuldades com a faixa AM, por causa das interferências no sinal. A proposta foi feita pela Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), em parceria com entidades estaduais.
A estimativa da Abert é que 90% das 1.784 emissoras AM passarão a operar na faixa FM. Nesta frequência, as rádios ganharão qualidade de áudio e de conteúdo, competitividade e poderão ser acessadas por meio de telefones celulares.
O dia 7 de novembro é simbólico para o setor, porque é o Dia do Radialista. Segundo o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, a migração das rádios será opcional. Ele disse que o ministério não dará mais outorgas para AM, a fim de substituir, aos poucos, pela FM.
“A rádio AM está perdendo qualidade, ela tem uma frequência muito difícil. Então, nas grandes cidades, principalmente, é muito difícil você sintonizar as rádios AM. Às vezes ela pega, às vezes não pega. Nos rádios de automóveis, por exemplo, nem tem mais onde sintonizar rádio AM. Então, significa que uma grande parcela dos receptores nem tem como sintonizar”, disse o ministro recentemente, no programa Bom Dia, Ministro. O programa é produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.

Rádio AM

Segundo Wikipédia, a enciclopédia livre: "O rádio é um tipo de recurso tecnológico das telecomunicações que tem objetivo de propiciar através das transmissões previamente codificadas em sinal eletromagnético que se propaga através do espaço. Sistema esse utilizado para executar contatos à distância entre duas estações, ela é composta basicamente de um transceptor (transmissor-receptor)
processo esse de transmissão através do rádio usando Modulação em Amplitude. É transmitido em várias bandas de freqüência. Foi por oitenta anos o principal método de transmissão via rádio. Caracterizado pelo longo alcance dos sinais

Bandas de Frequências 

Ondas Curtas - 2.3 MHz–26.1 MHz, divididas em quinze bandas, apresentam longo alcance, porém baixa qualidade de sinal.
Ondas Médias - 520 kHz–1,610 kHz, utilizada nas Américas, esta banda possui médio alcance.
Ondas Longas - 153 kHz–279 kHz, não disponível no hemisfério oeste, é usado para transmissões na Europa, África, Oceania e parte da Ásia.
Ondas Tropicais - 2300 kHz-5060 KHz de 120-90-75-60 metros, utilizada entre os Trópicos, esta banda possui longo alcance, razoável qualidade de sinal.

História da Rádio AM

As primeiras transmissões utilizando a freqüência iniciaram-se em 1906 por Reginald Fessenden. Até a I Guerra Mundial era utilizada para transmissão de músicas e recados diversos. A situação modificou-se com o surgimento das rádios comerciais, que deram início a era de ouro do rádio, que foi da década de 20 até os anos 50.
No Brasil as primeiras transmissões AM surgiram com a emissora de Roquette-Pinto, que em 1923 fundou a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Em 1936 a rádio transformou-se em Rádio Ministério da Educação, que propaga o ensino à distância.
As frequências AM foram fundamentais na vida do brasileiro em meados do século XX. As rádios de longo alcance, como a Rádio Nacional do Rio de Janeiro, a Super Rádio Tupi e a Rádio Record, que atingiam quase 100% do território nacional ajudaram a propagar os times cariocas e paulistas de futebol por todo o Brasil.
Recentemente, diversas rádios AM passaram a retransmitir seu sinal em FM (caso da Rádio Guarani FM em Minas Gerais, da Rádio Bandeirantes em São Paulo e da Rádio Clube FM de Brasília.
Fontes:Agência Brasil / Wikipédia enciclopédia

A Dilma Rousseff assina decreto que permiti migração de rádio AM para FM A Dilma Rousseff assina decreto  que permiti migração de rádio AM para FM Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 11/07/2013 01:17:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais