Segunda feira é o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue

Segunda feira(25) de novembro é o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, data essa que será aplicada em todos Estados do país, agora com novas faixas etárias permitidas, de 16 à 69 anos de idade, .  A data foi instituída no Brasil em 30 de junho de 1964, pelo decreto 53.988 promulgado pelo Presidente Castelo Branco. Em todos Hemocentros dos Estados do país principalmente nas capitais, grandes cidades e as que existem, estarão abertas por cinco dias recebendo doações.

Números

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que o número de doadores de um país seja de 3% a 5% do total da população. Contudo, segundo dados do Ministério da Saúde, este índice no Brasil está bem aquém do preconizado, não chegando a 2%.
Hoje são coletadas no Brasil 3,6 milhões de bolsas por ano, o que corresponde ao índice de 1,8% do parâmetro estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O ministro destacou que o objetivo do governo é atingir o parâmetro de 3% de bolsas coletadas ao ano. Ele frisou que o atual parâmetro já está dentro da faixa proposta pela OMS.

Outras Idades

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, anunciou desde do dia 12 desse mês a ampliação da idade máxima de doação de sangue para 69 anos. Atualmente, a faixa etária para doação é de 16 a 69 anos.O ministro assinou, também, a portaria que torna obrigatória a realização do Teste de Ácido Nucleico (NAT) em todas as bolsas de sangue coletadas pelos bancos de sangue públicos e privados do país. No ano passado Alexandre Padilha diminuiu de 18 anos para 16 anos a idade mínima para a doação de sangue. Com as idades mínima e máxima para doação ampliadas, 8,7 milhões novos voluntários poderão contribuir para manter os bancos de sangue.

Testes

A realização do teste NAT permite maior rapidez na identificação de vírus como o HIV e o da hepatite C no sangue de doadores.O exame reduz a chamada janela imunológica para a identificação mais rápida desses vírus. A redução do tempo que o vírus permanece indetectável – a janela imunológica - por teste é de 35 dias para 12 dias no caso da hepatite C e de 22 dias para dez dias, no caso do HIV. O NAT identifica o material genético do vírus e não os anticorpos como ocorre com o exame Elisa, normalmente utilizado nos bancos de sangue, o que permite um resultado mais rápido e eficaz.
De acordo com O Ministro da Saúde Alexandre Padilha, a implantação desses novos testes que aumentam a sensibilidade para detectar a infecção pelo HIV e pela hepatite C não exclui as outras medidas do questionário, de critério de doação por dois motivos: elas ajudam a reforçar a sensibilidade e potencializam a ação dos testes. “É a parte mais importante da segurança de um banco de sangue e afasta qualquer pessoa que tenha se exposto a uma situação de risco”, frisou Padilha.
O Sistema Único de Saúde (SUS) conta com 32 hemocentros coordenadores e 368 regionais, além de núcleos de hemoterapia distribuídos em todo o país. Atualmente, 75% da coleta de sangue são feitos na rede pública e 25%, na rede privada. Os bancos de sangue terão 90 dias para se adequar às novas regras. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) será responsável pela fiscalização das redes.

Como doar

Doação de Sangue - Foto: Kleide Teixeira
Ter idade entre 16 e 68 anos, 11 meses (se for menor de 16 anos é necessária a autorização do responsável legal).
- Pesar acima de 50 quilos.
- Ter dormido normalmente nas últimas 24 horas.
- Estar alimentado, dando intervalo de 2 horas após o almoço.
- Evitar alimentos gordurosos na véspera e no dia da doação.
- Não ter tido hepatite após os 11 anos de idade.
- Não estar gripado, resfriado, com febre ou diarreia.
- Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas.
- Não ter comportamento de risco para doenças sexualmente transmissíveis.
- Não estar grávida ou em período de amamentação. A menstruação e o uso de pílulas anticoncepcionais não impedem a doação.
- Respeitar o intervalo entre as doações que devem ser de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres.
As pessoas interessadas em doar sangue e precisarem tirar qualquer dúvida, como também marcar uma coleta externa, podem ligar para o telefone (083) 3218-7698.

Na Paraíba

O Hemocentro de João Pessoa elaborou uma programação especial para lembrar o Dia Nacional do Doador de Sangue, comemorado nesta segunda-feira (25). De acordo com a programação organizada pelo Núcleo de Ações Estratégicas, as atividades terão início às 10h com o acolhimento aos doadores. Em toda a rede formada pelos Hemocentros de João Pessoa e Campina Grande, além dos Hemonúcleos são 399.676 doadores de sangue.
Logo após o acolhimento, acontecerá à entrega de uma Van doada pelo Rotary Clube. De acordo com a diretora do Hemocentro, Sandra Sobreira, o veículo será usado nas ações para incentivar os doadores de sangue. Ainda segundo a programação, haverá o lançamento oficial da “Carta de Serviços”, que mostra a atuação do Hemocentro na Paraíba. “É um ‘raio-x’ do Hemocentro”, resumiu Sandra Sobreira.
A programação ainda prevê atividades laborais, homenagens aos doadores aniversariantes e aos que realizam maior número de doações. O Hemocentro também será homenageado pelos alunos da Escola Augustinho Fonseca Neto, no Bairro do Cristo. De acordo com Sandra Sobreira, a escola realiza atividades sobre a importância da doação de sangue. Também acontecerão apresentações culturais com a apresentação de palhaços e do mascote do Hemocentro.
Hemocentro - A Rede Hemocentro da Paraíba é responsável por atender 40 hospitais, cobrindo 100% dos leitos do Sistema Único de Saúde e mais os leitos de planos de saúde cadastrados. Para tanto, é composta por uma rede de dez hemonúcleos distribuídos nos municípios de Guarabira, Picuí, Monteiro, Princesa Isabel, Patos, Piancó, Itaporanga, Cajazeiras, Sousa e Catolé do Rocha, além de um regional em Campina Grande.
Para manter o estoque de sangue, o Hemocentro realiza várias ações de caráter educativo e de mobilização junto a população paraibana, a exemplo das coletas externas de sangue que são realizadas mensalmente em órgãos públicos e privados como também as campanhas que acontecem em datas especiais, como Dia das Mães, Dia dos Pais, Mês da Mulher (março), Carnaval, São João e Final de Ano, dentre outras.
Serviços - O Hemocentro também oferece atendimento especial ao hemofílico. Cerca de 300 pacientes recebem atendimento em toda a rede formada pelos Hemocentros de João Pessoa e Campina Grande e pelos Hemonúcleos. “O Governo do Estado tem procurado melhorar o atendimento à população em toda a sua rede de saúde e no Hemocentro não poderia ser diferente”, destacou Sandra Sobreira.
O Hemocentro também implantou o Laboratório de Biologia Molecular e Paternidade que é pioneiro na realização de exames de DNA que comprovam a paternidade e/ou maternidade. As solicitações dos exames são feitas pelo Ministério Público. Elas fazem parte do Projeto Nome Legal que tem como objetivo reduzir o número de crianças e adolescentes registrados sem o nome do pai, ou, em alguns casos, sem o nome da mãe, ou seja, diminuir o sub-registro de nascimento.
O Hemocentro da Paraíba é a única unidade de saúde pública do país a ter um laboratório de Testagem de Ácidos Nucleicos (NAT) que realiza os exames para diagnóstico das Hepatites B e C e HIV I e II. O serviço representa um avanço tecnológico e com isso o Governo do Estado está oferecendo à população paraibana um sangue de qualidade e com alto padrão de segurança. Os exames realizados pelo NAT diminuem o risco de infecções contraídas por meio de transfusões de sangue, reduzindo de três meses para sete dias o período chamado de ‘janela imunológica’, ou seja, o prazo em que começam a aparecer no sangue manifestações clínicas de contaminação por vírus.
Fontes: Agencia Brasil / Fundação Pro-Sangue SP
Foto: Agencia Brasil
Segunda feira é o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue Segunda feira é o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 11/23/2013 12:32:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais