Dropcam custou US$ $555 milhões para o Google e cada câmera custará US$ 150

Agora é pra valer que as agências internacionais, o Google desembolsou US$ $555 milhões para adquirir a Dropcam. comprou mesmo a Dropcam, empresa que produz câmeras de segurança e que podem ser conectadas aos smartphones e servem para o monitoramento à distância de ambientes. Detalhe: Tudo pode ser monitorado em tempo real.

O valor que o Google pagou pela Dropcam estea acima do valor do mercado, tendo em vista os investimento que a empresa de tecnologia tem feito ao adquirir outras companhias. Na compra estão inclusas todas as patentes e os direitos comerciais, que agora são do Google.
Google compra Dropcam por US$ $555 milhões - Câmera de monitoramento à distância.

As políticas de privacidade deverão se manter inalteradas por um período especificado, porém o Google já colocou a disposição dos usuários sua nuvem (Cloud) com sistema interligado diretamente com a câmera da Dropcam e o usuário poderá assinar o serviço no Drive por US$ 99 por ano. Apesar de já se saber o valor, o espaço de armazenamento ainda não foi divugado pelo Google e para quem quiser comprar a câmera Dropcam, poderá tê-la pelo mesmo valor que a outra companhia comercializava o equipamento, ou seja US$ 150 (Cento e cinquenta dólares) cada uma. A incógnita fica no fato do motivo que levou o Google a comprar a empresa, visto que a companhia de tecnologia não revelou os reais propósitos.

http://www.folhapaulistana.com.br/wp-content/uploads/2014/06/Google-compra-Dropcam-por-US-555-milh%C3%B5es-C%C3%A2mera-de-monitoramento-%C3%A0-dist%C3%A2ncia-Divulga%C3%A7%C3%A3o..jpgO Dropcam Wi-Fi habilitado e Dropcam Pro permitem aos usuários acessar a câmera se alimenta e até mesmo projetar a sua voz através de alto-falantes usando aplicativos móveis da empresa, enquanto que o Tab câmera menos podem ser colocados em janelas e portas para monitorar as atividades mais singulares, como abertura e fechando e outros tipos de movimento.

Google foi categórico quando adquiriu Nest que queria que a empresa de operar de forma autônoma, e Dropcam é a primeira grande expressão da liberdade de Fadell e Rogers. O objetivo, como o próprio Fadell aponta, é a criação de uma família de produtos de software sob um guarda-chuva que alavancar uma casa cheia de dispositivos habilitados para a Web uma vez díspares. Para o efeito, sistema operacional móvel Android, do Google - o que está se expandindo para televisores, relógios e até mesmo usado enfrentam-fones de ouvido - é um ativo valioso para o crescimento roteiro do Nest.

Idealmente, os produtos ninho e uma casa inteligente Google potência vai aumentar a eficiência energética, as empresas dizem, e permitir insights poderosos para o modo como vivemos, de abertura de portas e fechaduras desbloquear; lavar roupas; comer e armazenamento de alimentos; e lançando interruptores de luz.

Embora, como marca do Google se infiltra em mais aspectos da vida diária e atividade física, Nest tem sido objeto de crescente escrutínio sobre o destino final de sua política de privacidade favorável ao consumidor. Com Dropcam sob a sua asa, ao vivo, feeds de vídeo armazenados na nuvem de nossos momentos mais íntimos agora cair sob a alçada do Ninho e Google.


FonteFolha Paulistana | CNETFotoCNET | Divulgação
Dropcam custou US$ $555 milhões para o Google e cada câmera custará US$ 150 Dropcam custou US$ $555 milhões para o Google e cada câmera custará US$ 150 Reviewed by Natan C. Bezerra on 6/23/2014 08:06:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais