Copa do Mundo no Brasil é a mais conectada em internet da História

Nos dez primeiros dias da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014, a Oi registrou tráfego de 32 terabytes de dados nas redes de mídia e informática fornecidas pela companhia para a FIFA e utilizadas pelos cerca de 20 mil profissionais credenciados de 113 países para cobrir o evento no país. O volume de informações equivale a 9 milhões de fotos em alta resolução ou 35 milhões de fotos em resolução normal. Essa marca já supera o total de dados trafegados nas redes da Copa do Mundo FIFA de 2010 durante toda a competição, fazendo desta a Copa mais conectada da História com recorde de tráfego de dados.

A Oi foi selecionada pela FIFA para fornecer conexão de internet e serviços corporativos de telecomunicações nos 12 estádios e locais de transmissão para os profissionais de mídia credenciados que fazem a cobertura de imprensa e noticiam a competição para todo o mundo, além de atender a própria FIFA em suas demandas de telecomunicações. "Com este recorde de Copa mais conectada, a Oi consolida sua experiência mundial como fornecedora de Telecom em grandes eventos, tanto esportivos quanto de entretenimento ou conferências internacionais”, afirma José Claudio Moreira Gonçalves, diretor de Operação Centralizada da Oi.

152 mil dispositivos se conectaram na rede WiFi

Em entrevista coletiva no Maracanã nesta terça-feira (24), a FIFA e a Match IT — gerenciadora de IT&T da FIFA para a Copa do Mundo de 2014 — elogiaram e agradeceram o serviço fornecido pela Oi na Copa do Mundo no Brasil. “Estamos vendo um bom resultado. Nossos parceiros – o governo com o Ministério das Comunicações, a Oi e a Telebras, que participaram da infraestrutura – fizeram seu trabalho, estamos felizes com os resultados e agradecemos pelo que fizeram. A mídia também está vendo que tudo está funcionando bem e isso será um legado para o país”, disse o diretor de TV da FIFA, Niclas Ericson.

http://www.hiperativo.com/wp-content/uploads/2013/11/rede-20120810-size-598.jpg

“É impressionante ver como a Copa do Mundo progrediu como um todo e principalmente em TI. A gente tem que agradecer ao Ministério das Comunicações, que é responsável pela infraestrutura básica deste país (...). Outro parceiro fundamental foi a Oi, apoiando as atividades que vêm sendo desenvolvidas. O conhecimento que a empresa [Oi] tem do país foi importante para a entrega deste evento”, disse o CEO da Match IT, Dick Wiles.

A Oi já observa na Copa do Mundo da FIFA 2014 o fenômeno da multiconexão, sendo muito comum um único usuário estar conectado com dois a três dispositivos ao mesmo tempo, em função da utilização simultânea de computadores, tablets e smartphones. Assim, durante os dez primeiros dias, 152 mil dispositivos se conectaram na rede WiFi exclusiva para a mídia nos 12 estádios. A Oi também registrou expansão de tráfego na comparação com a Copa das Confederações FIFA 2013, evento para o qual também forneceu serviços. Durante todos os 15 dias da competição realizada no Brasil no ano passado, o volume de dados trafegados na rede da companhia para a mídia foi de 7 terabytes.

Tráfego de dados muito maior que o Superbowl 2014

A Copa do Mundo da FIFA 2014 também já supera em tráfego de dados outros grandes eventos esportivos internacionais, segundo informações publicadas na internet. Nos 17 dias da Olimpíada de Inverno de Sochi (2014), o tráfego total foi de cerca de 34 terabytes. E durante o Superbowl XLVIII (final do campeonato de futebol americano de 2014 nos EUA) foi utilizado 1,9 terabyte de dados. Assim, nos 10 primeiros dias de Copa, trafegou pelas redes da Oi para a FIFA o equivalente a 1,71 Superbowl por dia.


Os serviços de conectividade da Oi, para internet cabeada e WiFi, são fornecidos nos centros de imprensa, tribunas, entorno do campo, salas de coletiva, zonas mistas, estúdios de gravação e caminhões de geração de imagens dos 12 estádios da Copa do Mundo, além do Centro Internacional de Transmissão (IBC), que já está funcionando no Riocentro. Os serviços da Oi também estão presentes nos centros de treinamento (CTs) de diversas seleções que disputam a Copa do Mundo, espalhados por todo o Brasil. A companhia foi contratada por governos estaduais para prover serviços de telecomunicações nos centros de treinamento da seleção da Alemanha na Bahia, da seleção de Gana em Alagoas e da seleção da Grécia em Sergipe.

Ainda nos centros de treinamento, a Oi reforçou sua rede móvel com o posicionamento de COWs (antenas celulares móveis) e ampliação da capacidade de tráfego nas proximidades de centros de treinamento situados em locais mais isolados. Em São Paulo, a Oi instalou COWs nos centros de treinamento de Portugal em Campinas e da Argélia em Sorocaba. No centro de treinamento de Portugal, uma ação especial foi desenhada e a rede foi reforçada utilizando o Oi WiFi, com a instalação de três novos hotspots para atender o fluxo da delegação portuguesa e de jornalistas que estão no local durante a Copa. Os hotspots, com links de até 240 Mbps e capacidade para atender até 2 mil conexões simultâneas, foram instalados no Centro de Treinamento Ponte Preta, Estádio Moisés Lucarelli e Hotel The Palms.

Conexão para toda a torcida

http://www.sorocabati.com.br/arquivo/images/conexao-4g-sorocaba.jpegDentro dos 12 estádios da Copa do Mundo, as operadoras de telefonia móvel se uniram em um consórcio para fornecer cobertura móvel indoor (2G, 3G e 4G). Cada operadora liderou obras de implantação de rede de telecom em cada estádio, mas todas as operadoras respondem juntas pelo consórcio e são donas do sistema DAS (Distributed Antenna System), utilizando sistemas ativos via fibra óptica (unidades remotas), cabos coaxiais e antenas.

Todas as operadoras têm a mesma qualidade de sinal dentro dos estádios para o público. No processo de implantação dos sistemas, foram realizados testes de campo que preveem até troca de antenas e equipamentos para garantir as melhores condições de cobertura, tanto para o sinal de voz quanto de dados nos estádios. O mesmo consórcio negociou a implantação de rede de internet sem fio gratuita nos estádios da Copa, mas somente seis arenas fecharam acordo e terão cobertura WiFi das operadoras: Maracanã (RJ), Mané Garrincha (DF), Arena Fonte Nova (BA), Arena Pantanal (MT), Arena Amazônia (AM) e Beira-Rio (RS).


FonteRevista ExameFotoCanaltech | Hiperativo | Cannon satellite tv | Sorocabati
Copa do Mundo no Brasil é a mais conectada em internet da História Copa do Mundo no Brasil é a mais conectada em internet da História Reviewed by Natan C. Bezerra on 7/02/2014 04:15:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais