Sábado é Dia D de combater à dengue e chikungunya pelo Ministério da Saúde

Neste sábado(7),  acontece em todo o país o Dia D+1 de combate à dengue e à febre chikungunya. Os prefeitos das cidades foram chamados para realizar mobilização popular, mutirões de limpeza urbana e atividades para realizar o diagnóstico e tratamento das doenças. Ao todo, serão investidos mais de R$ 6,6 milhões na compra de materiais,

Em dezembro de 2014, o Brasil foi mobilizado em um Dia D contra a dengue e a febre chikungunya. As notificações de casos de dengue cresceram 49% em janeiro, em relação a 2014 e, neste mês de fevereiro, mais uma ação nacional busca conscientizar a população da necessidade de combater os criadouros do mosquito Aedes Aegypti, que transmite as duas doenças e se desenvolvem, principalmente, em água limpa e parada.

Em Pernambuco, só em 2015, um total de 690 casos de dengue foram notificados distribuídos em 54 municípios, contra 462 notificações em 2014, um aumento de 49%. Durante todo o ano de 2014, foram confirmados 6,5 mil casos de dengue em Pernambuco. Neste ano, 69 diagnósticos positivos já foram registrados.


Foram notificados dois casos de dengue com agravamento em 2015, ainda sem confirmações. Um óbito suspeito foi notificado e está em investigação. No mesmo período de 2014 foram sete óbitos suspeitos, sendo cinco confirmados. Em relação à chikungunya, este ano foram notificados cinco casos suspeitos e três foram descartados, oriundos de Petrolina. Dois, de moradores do município de Jaboatão dos Guararapes, estão sob investigação. Nenhum dos casos é autóctone.

A coordenadora do Programa de Controle da Dengue e da Febre Chikungunya da Secretaria Estadual de Saúde (SES/PE), Claudenice Pontes, lembra que período, de sol intercalado com chuvas, é propício para proliferação do mosquito e que só será possível diminuir os índices das doenças se eliminarmos os criadores. "A população precisa ficar vigilante para evitar água parada e limpa descoberta, além de garrafas e pneus nos entornos das residências. Essa é uma batalha que precisa da conscientização e da ação de todos os gestores municipais e de toda a sociedade, já que a maioria dos focos do mosquito é encontrada dentro das casas".

Dengue Chikungunya

É uma doença febril que é transmitida pelos mosquitos Aedes Aegypiti e Albopictus, ambos parecida com a dengue normal. Já os sintomas são: Febre alta com mais de 39, de inicio e repentino; dores intensas nas articulações dos pés e mãos; dor de cabeça, nos muculos e manchas vermelhas na pele. Segundo médicos e especialistas: "Ao suspeitar ou sentir sintomas já mencionados, peça para alguém conduzi-lo a uma unidade de saúde do SUS ou outra, não tendo disque a emergência de nº 136, que será atendido com prioridade."

Em novembro, a SES lançou o Plano de Contingência da Chikungunya e da Dengue 2015. Ao todo, serão investidos mais de R$ 6,6 milhões na compra de materiais, insumos e na capacitação de profissionais, entre médicos, enfermeiros de hospitais e UPAs, além de profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF).

Na área de mobilização social, estão sendo distribuídos à população e às unidades de saúde 4,2 milhões de cartazes e fluxogramas de atendimento aos pacientes, de folders e filipetas explicativos sobre a chikungunya e a dengue, além despots de rádio para os municípios. Também foram montados 12 Comitês Regionais de Mobilização para Enfrentamento da Dengue e da Febre Chikungunya, além do comitê central, com reuniões periódicas para avaliar a situação das doenças e os planos de atuação.


FonteDiário de PernambucoFotoDiario Uno da Argentina
Sábado é Dia D de combater à dengue e chikungunya pelo Ministério da Saúde Sábado é Dia D de combater à dengue e chikungunya pelo Ministério da Saúde Reviewed by Walter Rafael Bezerra on 2/06/2015 11:49:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais