A Comissão da Câmara aprova definição de família como união de homem e mulher

A Comissão Especial da Câmara dos Deputados aprovou o relatório do deputado Diego Garcia (PHS-
PR) para o projeto de lei 6583/13, apelidado de Estatuto da Família, reconhecendo apenas a união de um homem e uma mulher, e seus consequentes filhos, como uma unidade familiar. O projeto, de autoria do deputado Anderson Ferreira (PR-PE), foi aprovado por 17 votos a 5 em uma sessão realizada na última quinta-feira, 24 de setembro. Vejam opiniões do Editor e a luz da Bíblia Sagrada.

De acordo com informações do portal Uol, o relator manteve o conceito previsto na Constituição Federal de que “a família é formada por um homem e uma mulher, através do casamento ou da união estável, e a comunidade formada por qualquer dos pais e seus filhos”.

Garcia recusou a emenda que sugeria a aceitação de um novo conceito, chamado de “entidade familiar”, que reconheceria a união de duas pessoas ou mais, independentemente de gênero, laços sanguíneos e/ou afetivos, originados pelo casamento, união estável ou afinidade. Dentre os deputados que participaram da votação estavam os pastores Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ), Marco Feliciano (PSC-SP) e Eurico da Silva (PSB-PE).

Um dos que votaram a favor do Estatuto da Família, o deputado Evandro Gussi (PV-SP) argumentou que é preciso respeitar a principal carta de leis do país: “A Constituição diz que a família precisa de uma especial proteção; uma especial proteção porque é a base da sociedade; e é a base da sociedade porque é condição ‘sine qua non’ para a criação e formação dos membros da sociedade. Isso está amplamente consolidado no relatório”, pontuou, acrescentando: “Sim à família, hoje, amanhã e sempre”.

O pastor e deputado Hidekazu Takayama (PSC-PR) comentou as declarações de opositores ao projeto, que classificaram o texto como “um retrocesso para a sociedade brasileira”, dizendo que não existe discriminação da parte conservadora da sociedade contra os homossexuais.

Opinião


"Todos podem lutar por suas convicções e ideologias e direitos para que sejam transformadas em Lei mas, há de admitir que todos são obrigados a respeitarem e cumprirem a Carta Magna que é a Constituição Federal daquele país e o nosso é Brasil, que diz e concordo com os que já se pronunciaram que: "a família é formada por um homem e uma mulher, através do casamento ou da união estável" Suponhamos que fosse aprovado contrario e pessoas do mesmo sexo em em vários lugares do  mundo e em grande quantidade se unissem como chamado de “entidade familiar” único paliativo seria adoções em massa dessas uniões e no futuro para acabar com a humanidade, os líderes das nações poderosas não precisariam lutar com bombas atômicas ou venenos químicos em massa pois a raça hu mana aos poucos iam sendo vencidas por vários fatores tais como: mortes naturais, epidemias, assassinatos, câncer, aids, ebola e outras pragas do mundo atual, que seria dos seus bisnetos e tataranetos sem a mola mestre da continuação e propagação da raça humana sem os casais héteros sexuais ?  E fecho com chave de ouro dizendo: "Ai da raça humana se não fosse os casais héteros sexuais, devemos dar graças a Deus por permitir a união do homem e a mulher em matrimonio e gerar filhos."

"Quando Deus fez criação dos seres viventes, de cada especie macho e fêmea, mas quando formou o homem segundo a sua imagem e semelhança, apesar de especial "Adão ficou só triste e solitário" A Bíblia  Sagrada diz no livro de Gêneses 2:18, " E disse Deus: Não é bom que o homem esteja só: far-ei uma adjutora como diante dele."  Já o vermiculo 22, " E da costela que o Senhor Deus tomou do homem, formou mulher: e trouxe a Adão."  E os de número  24 e 25, do mesmo capitulo " Portanto deixará o homem seu pai e sua mãe e apegar-se-a a sua mulher e serão ambos uma carne. E ambos estavam nus, o homem e sua mulher , e não se envergonharam."



FonteGospel+.com.brFotoGospel+.com.br
A Comissão da Câmara aprova definição de família como união de homem e mulher A Comissão da Câmara aprova definição de família como união de homem e mulher Reviewed by Walter Rafael on 9/26/2015 06:51:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais