Fim da Greve Bancária em 75% dos 24 estados do país e DF, nove foram total


Os sindicatos bancários de todo país realizaram assembleias gerais mas só após 21 dias de greve decidiram acatar as propostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) propôs reajuste de 10%, em resposta à reivindicação de 16% da categoria. O fim da greve está ocorrendo com percentual de 75%  dos 24 estados e Distrito Federal. Destes apenas nove estados estão sendo aberta todas  as agencias nesta terça feira (27). Os grevistas que continuam em quase todos estados são das agencias do BNB, em menor escala estão quase empatados os grevistas das agencias da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. (Vejam a situação de cada região do Brasil).

Mapa do Fim da Greve

– ACRE
Funcionários de bancos privados e do Banco do Brasil decidiram encerrar a greve. Na Caixa Econômica Federal e no Banco da Amazônia, entretanto, a paralisação continua.

– ALAGOAS
A greve termina nos bancos privados e na Caixa Econômica Federal. No Banco do Brasil e Banco do Nordeste do Brasil (BNB), a paralisação continua.

AMAPÁ
 Os bancários aceitaram a proposta, e todas as agências retomam o trabalho nesta terça (27).

– AMAZONAS
Funcionários do Banco do Brasil e de bancos privados decidiram encerrar a paralisação. Apenas os bancários da Caixa Econômica Federal e do Banco da Amazônia (Basa) seguem em greve.
– BAHIA
Trabalhadores de bancos públicos e privados na Bahia decidiram encerrar a greve. Apenas funcionários do Banco do Nordeste decidiram continuar a paralisação.

– CEARÁ
Os funcionários dos bancos privados decidiram encerrar a greve. A paralisação continua no Banco do Brasil, Banco do Nordeste (BNB) e Caixa Econômica Federal.

– DISTRITO FEDERAL
Bancários decidiram terminar a greve da categoria nos bancos privados e no Banco do Brasil. Os funcionários do Banco de Brasília (BRB) seguem em greve, e os da Caixa farão uma nova assembleia nesta terça-feira.

ESPÍRITO SANTO
Bancários decidiram encerrar a greve.

– GOIÁS
Funcionários dos bancos privados e do Banco do Brasil encerraram a greve. Bancários da Caixa Econômica Federal seguem com a paralisação.

– MARANHÃO
Sindicato decidiu pelo fim da greve. Apenas as agências do Banco do Nordeste e Banco da Amazônia continuarão fechadas.

MATO GROSSO DO SUL
Os bancários do estado decidiram encerrar a greve.

– MINAS GERAIS
Os trabalhadores de Belo Horizonte e região decidiram encerrar a greve da categoria, assim como os bancários de Uberlândia e de Uberaba.

– PARÁ
Bancários das instituições privadas e do Banco do Estado do Pará (Banpará) encerraram a greve. A paralisação continua no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal.

– PARAÍBA
Bancários de todo o estado decidiram encerrar a greve, exceto BNB.

– PARANÁ
Os bancários de Curitiba e Região Metropolitana decidiram encerrar a greve.

PIAUÍ
Os bancários do Piauí decidiram encerrar a greve. A informação foi confirmada pela diretoria de recursos humanos do Sindicato dos Bancários do Piauí.

– PERNAMBUCO
Os funcionários dos bancos privados decidiram encerrar a greve. No Banco do Brasil, Banco do Nordeste e Caixa Econômica Federal, os bancários decidiram seguir com a paralisação.

– RIO DE JANEIRO
A categoria aceitou voltar ao trabalho. Funcionários de entidades privadas e públicas – da capital e do interior – se dividiram em votações diferentes, mas o resultado foi o mesmo em todas as assembleias.

– RIO GRANDE DO NORTE
A greve será mantida nos bancos públicos: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste. Os bancos privados voltam a funcionar nesta terça-feira (27).

– RIO GRANDE DO SUL
Os funcionários dos bancos privados decidiram pelo fim da greve. Em relação aos bancos estatais, ainda não foi divulgada a decisão da categoria.
Em Santa Maria, a greve também acabou. Em Rio Grande, no Sul do estado, apenas funcionários do Banco do Brasil seguem em greve. Nas regiões de São Sebastião do Caí, Santa Cruz do Sul e Ijuí, novas assembleias serão realizadas a partir das 8h de terça-feira (27) para definir a situação.

– RONDÔNIA
Os funcionários do Banco do Brasil e bancos particulares decidiram pelo fim da greve. Os bancários da Caixa Econômica Federal optaram por continuar parados.

– SANTA CATARINA
Bancários de bancos privados, da Caixa e do Banco do Brasil na Grande Florianópolis e todos da região de Criciúma, no Sul do estado, decidiram encerrar a greve. Outras regiões ainda fazem assembleias.

SÃO PAULO
O sindicato do estado de São Paulo decidiu pelo fim da greve. Os bancários de Limeira também voltam ao trabalho. Segundo o sindicato da categoria, que engloba também a cidade de Iracemápolis (SP), as 34 agências públicas e privadas dos dois municípios já foram abertas nesta segunda-feira (26).

Os bancários de Sorocaba e região aprovaram o fim da greve. As agências bancárias públicas e privadas do Alto Tietê também retornam o atendimento nesta terça. Em Piracicaba, São José do Rio Preto, Araçatuba e região , São Carlos, Araraquara e Rio Claro e região e em Campinas, a decisão também foi pelo fim da greve.

SERGIPE
Os bancários do estado encerraram a greve.

– TOCANTINS
Bancários decidiram retomar o trabalho nesta terça.

Reajuste salarial de 10%
A última proposta apresentada pela Fenaban foi de reuste salarial de 10%, aplicáveis aos salários, benefícios e participação nos lucros, além de correção de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação.

Estado da Paraíba


Os bancários do Estado da Paraíba voltaram ao trabalho nesta terça-feira (27) à partir das 9:00 horas, abrindo as portas dos bancos privados, além do Banco do Brasil, Caixa Econômica. Com exceção dos funcionários do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) rejeitaram a proposta específica e decidiram manter a greve por tempo indeterminado. A decisão do fim da greve foi uma orientação do comando nacional de greve, acatada pela maioria dos trabalhadores presentes na assembleia de Campina Grande.

Proposta Aceita

Durante a assembleia, a categoria aceitou a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) de 10% de reajuste salarial e 14% de aumento no vale refeição e na cesta alimentação. O fim da greve foi uma orientação do comando nacional de greve, acatada pela maioria dos trabalhadores presentes na assembleia de Campina Grande. o piso salarial e 10% sobre o valor fixo da regra básica e sobre o teto da parcela adicional da Participação nos Lucros e Resultados (PLR), sendo que a parcela adicional será de 2,2% o lucro líquido a ser distribuído linearmente.

O presidente do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, agradeceu à categoria a coesão, a mobilização e a força na resistência à tentativa dos banqueiros de empurrar goela abaixo um índice abaixo da inflação, além de tentarem ressuscitar o famigerado abono salarial. “Os banqueiros, na sua gana por lucros a qualquer custo, quiseram tirar ainda mais proveito da crise e empurrar a negociação com a barriga, numa campanha que aconteceu em um cenário político e econômico controverso. Mas os bancários foram autênticos nas suas convicções e resistiram até onde puderam, nesses 21 dias”, ressaltou o presidente.


“Fizemos uma greve boa, apesar das dificuldades. O resultado foi alcançado graças à pressão dos trabalhadores, que com forte mobilização conseguiram arrancar da Fenaban a reposição da inflação, diante da proposta inicial de 5,5% de reajuste para 7,5% e, depois, para 8,75%”, disse o presidente do sindicato, Rostand Lucena.



FonteG1 Paraiba | Local 2FotoClique aqui


Fim da Greve Bancária em 75% dos 24 estados do país e DF, nove foram total Fim da Greve Bancária em 75% dos 24 estados do país e DF, nove foram total Reviewed by Walter Rafael on 10/27/2015 11:21:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais