Raymond Tomlinson, "o pai do e-mail", morre do coração aos 74 anos

Um silencio do coração e da mente interrompe a vida do  engenheiro Raymond Tomlinson, considerado o pai do e-mail e criador do símbolo de arroba (@) para seu uso nos endereços de internet, morreu no sábado(05), aos 74 anos, aparentemente devido a um ataque ao coração.  Mas ele deixou um grande legado para a Ciência e Tecnologia. Pode até aparecido ou criado muitos tipos de redes sociais que vão e vem, serviços de mensagens instantâneas surgem e depois somem. Mas o email é diferente.

A notícia foi anunciada por outro pioneiro da internet, Vinton Gray Cerf, que informou em sua conta no Twitter sobre a morte de Tomlinson sem dizer onde aconteceu e nem o motivo, mas foi confirmada depois por meios de comunicação especializados em tecnologia.

O Legado do Email


Reprodução do Site: Museu dos Computadores News
Redes sociais vão e vem, serviços de mensagens instantâneas surgem e depois somem. Mas o email é diferente. Essa forma de comunicação online está aí desde os primórdios da internet e resiste bravamente à ação do tempo. O top da diferença é pelo fato do email ser o espaço mais pessoal que você tem na internet. É verdade que o email já foi sinônimo de caos. Em um passado não muito remoto, spams e mensagens contendo malwares inundavam nossas caixas de entrada. Mas o email evoluiu: filtros avançados e algoritmos sofisticados conseguem barrar a grande maioria dessas armadilhas.
A tecnologia também melhorou a organização das nossas mensagens. Hoje há tags automáticas, por exemplo, que fazem com que encontremos qualquer email armazenado, não importa a data da mensagem. Para completar, pouca gente precisa se preocupar com espaço: hoje, os serviços de email oferecem vários gigabytes para armazenamento.

O divisor de águas foi o Gmail. Oficialmente, o serviço surgiu no dia 1º de abril de 2004. Tinha tudo para ser uma daquelas pegadinhas do dia da mentira que o Google tradicionalmente faz, mas não era. O seu principal atrativo foi justamente o espaço generoso para armazenamento de dados: 1 GB, de graça (só para constar, hoje o serviço oferece 15 GB gratuitos).

Tomlinson, que em 2012 foi incluído no Salão da Fama da internet, um museu virtual para reconhecer figuras com contribuições extraordinárias neste terreno, é reconhecido também por ter projetado os elementos fundamentais das mensagens eletrônicas, com as categorias de "assunto" e "para" (destinatários).

O engenheiro americano foi o primeiro que utilizou o símbolo da arroba para indicar que uma mensagem devia ir para um computador da rede, separando o nome do destinatário do da rede. Tomlinson nasceu em Amsterdã, no estado de Nova York, em 1941.

Historia

Reprodução do Google
Nascido na pequeníssima cidade de Amsterdam, no estado de Nova Iorque, Raymond Tomlinson começou por estudar engenharia electrónica perto de casa, no Instituto Politécnico Rensselaer, onde chegou a colaborar com a IBM. Licenciou-se e seguiu caminho para o MIT, onde tirou um mestrado na mesma área.

Segundo o Wikipédia, a enciclopédia livre afirmou que " Ray Tomlinson (Amsterdam, 23 de abril de 1941- 5 de março de 2016)[1] foi um programador dos Estados Unidos que implementou um sistema de correio eletrônico na ARPANET, em 1971. Ray era um funcionário da Bolt Beranek and Newman (BBN), empresa contratada pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos da América em 1968 para implantar a ARPANET.


Em 1971, Tomlinson começou a enviar mensagens para si mesmo e para seus colegas como brincadeira. Ele somou as funcionalidades dos aplicativos SNDMSG (uma contração da expressão em inglês "send message", ou seja, "enviar mensagem") e o Readmail, para leitura de correio. Mas esse sistema permitia apenas o compartilhamento de textos. O engenheiro também trabalhava em um protocolo chamado CPYNET, para transferência de arquivos entre computadores conectados em rede. Ao juntar os dois programas, ele conseguiu enviar uma mensagem para seus colaboradores, anunciando sua criação."

Raymond Tomlinson, "o pai do e-mail", morre do coração aos 74 anos Raymond Tomlinson, "o pai do e-mail", morre do coração aos 74 anos Reviewed by Walter Rafael on 3/07/2016 11:20:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais