H1N1: vacinação na rede pública começa em 30 de abril, mas nas clinicas já tem

A campanha nacional de vacinação contra influenza começa no dia 30 de abril e vai até 20 de maio. Porem no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná vai começar mais cedo do que no restante do país. A imunização nos estados da Região Sul começa no dia 25 de abril. Segundo o Site oficial que contratado para anunciar noticias e atos da Presidência da República, chamado Agência Brasil.

 já foram registrados 46 óbitos por H1N1 em todo o país, 10 mortes a mais do que no ano passado inteiro, quando 36 morreram pelo vírus. o estado de São Paulo pediu para o governo federal antecipar a campanha diante do aumento de casos.  Só em algumas Clínicas particulares é que têm disponível vacina trivalente de 2016.


“Como o H1N1 está predominando e com um comportamento mais agressivo, vale a pena fazer isso para bloquear o vírus nessa comunidade, é uma medida de saúde pública válida”, diz a médica Flávia Bravo, presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm) – Regional RJ. Porém, a população que recebeu a vacina do lote de 2015 deverá se vacinar novamente durante a campanha nacional para garantir também a proteção contra os vírus H3N2 e Influenza B.
Flávia explica que não é possível adiantar a produção da vacina justamente pela variação de sua composição.

Quem deve se vacinar


Foto: Tv. Sol comunidade.Com.br
Segundo Flávia, as sociedades médicas recomendam a vacina para todas as pessoas a partir dos 6 meses de idade. “Quanto mais cedo vacinar, melhor para que quando o vírus começar a circular com força, as pessoas já estejam imunizadas”. Na rede pública, a vacinação contra influenza é destinada a alguns grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, idosos, profissionais da saúde, povos indígenas e pessoas portadoras de doenças crônicas e outras doenças que comprometam a imunidade.

A vacina de gripe é atualizada todos os anos para adequá-la aos vírus circulantes naquela estação e sua composição é definida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). No entanto, a vacina de 2016 não sofreu mudanças em relação ao H1N1 em comparação à do ano passado, por isso os lotes de 2015 são eficazes contra a H1N1. A proteção contra os outros dois vírus da gripe – H3N2 e Influenza B – fica comprometida

Rede particular já tem vacina


Em clínicas particulares, já está disponível a vacina trivalente contra influenza de 2016. Já a vacina tetravalente – que além de proteger contra o H1N1, o H3N2 e a Influenza B também protege contra uma segunda cepa da Influenza B – ainda está começando a ser distribuída.


Agência Brasil (Presidência da República)


A campanha de vacinação contra a gripe no Rio Grande do Sul, em Santa Catarina e no Paraná vai começar mais cedo do que no restante do país. A imunização nos estados da Região Sul começa no dia 25 de abril, enquanto a campanha nacional será lançada no dia 30 do mesmo mês.

A antecipação foi solicitada ao Ministério da Saúde pelos governos estaduais ao longo da última semana, especialmente depois da constatação dos órgãos de saúde de que a gripe A H1N1 começou mais cedo em 2016. Este ano, a doença matou sete pessoas em Santa Catarina e duas no Rio Grande do Sul. O número de casos de internação hospitalar por síndrome respiratoria aguda grave também aumentou.

Para iniciar a campanha cinco dias antes do que havia sido previsto, os governos estaduais esperam receber do Ministério da Saúde pelo menos 50% das vacinas nos próximos dias. Os três estados estão planejando um sistema especial de logística para agilizar a distribuição das doses para os municípios. A vacina demora duas semanas para fazer efeito e é eficaz contra os vírus da gripe mais comuns no Brasil: Influenza A (H1N1 e H3N2) e Influenza B.

O público-alvo da imunização são idosos (acima de 60 anos), crianças entre 6 meses e 5 anos de idade, gestantes, mulheres até 45 dias após o parto, doentes crônicos, profissionais de saúde, indígenas, trabalhadores e detentos do sistema prisional. A meta da campanha é vacinar 80% deste público-alvo até o dia 20 de maio.


H1N1: vacinação na rede pública começa em 30 de abril, mas nas clinicas já tem H1N1: vacinação na rede pública começa em 30 de abril, mas nas clinicas já tem Reviewed by Walter Rafael on 4/07/2016 11:38:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais