Donald Trump toma posse dos EUA, uma grande potência


O bilionário e um dos mais poderosos do mundo, Donald Trump, o novo mandatário dos Estados Unidos, foi empossado como o 45º presidente de uma das grandes potencias do mundo junto com o vice-presidente eleito Mike Pence. A solenidade foi nesta sexta-feira (20) em um dia marcado por protestos contra ele em diversas cidades pelo mundo. cerca de 900 mil pessoas, vindas de todo o país e do exterior, estiveram em Washington  assistiram à posse. A cerimônia, foi transmitida ao vivo para todo o mundo, o qual ocorreu no Capitólio, o prédio do Congresso norte-americano.

Pronunciamento


"Enquanto Washington crescia, o povo perdia. Enquanto celebravam em Washington, o povo sofria. Mas, tudo muda a partir de agora. Este momento é de vocês e pertence a vocês", disse Trump, acrescentando: "O que importa não é que partido controla o governo, mas se o governo é controlado pelo povo. 20 de janeiro de 2017 será lembrada como a data que o povo voltou a ser o governo do país"

"Somos uma nação. Seus sonhos, são nossos sonhos. Seu sucesso, será nosso sucesso. Compartilhamos um lar, um país. E os votos que fiz hoje são para vocês, norte-americanos", disse. E destacou: "Nós defendemos fronteiras de outras nações e nos recusamos a defender as nossas próprias. Gastamos trilhões em outros países, enquanto nossa indústria entrava em decadência. Ajudávamos os outros, enquanto nosso país se desfazia no horizonte".

"A proteção vai nos fazer forte. Eu vou lutar por vocês e jamais desapontar vocês. Os EUA vão voltar a vencer de novo, como nunca antes", disse. Em outro recado, Trump pediu para que os "norte-americanos comprem de norte-americanos e que contratem norte-americanos", Por fim, o magnata afirmou que não decepcionará os norte-americanos.




Durante seu discurso de posse Trump fez uma série de promessas. A maioria delas apenas ecoam o que ele já havia dito ao longo de sua campanha. Porém, chama atenção o “recado” que ele mandou ao mundo. Uma mudança radical parece se avizinhar. Barack Obama, apesar de ter ganho o prêmio Nobel da Paz em 2009, estabeleceu um recorde lamentável: passou todos os dias de seus dois mandatos em guerra.

Nem mesmo Franklin Roosevelt, presidente dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial, passou tanto tempo com as tropas de seu país em combate ativo, como fez o antecessor de Trump. Eliot Cohen, professor de história militar na Universidade John Hopkins, lembra que Obama assumiu o poder com duas guerras em andamento: Afeganistão e Iraque.

“Mas ele lançou nossa terceira guerra no Iraque (contra o Estado Islâmico), permaneceu no Afeganistão, expandiu a campanha alvejando terroristas e apoiou a empreitada europeia para derrubar Khadafi na Líbia”, resume o estudioso.

Trump afirmou que, em seu governo, os Estados Unidos não vão “impor o seu estilo de vida a ninguém, mas vamos oferecer um exemplo para que todos possam nos seguir”. Em seguida, mesmo sem dar muitos detalhes, assegurou: “Erradicaremos completamente o terrorismo radical islâmico da face da Terra”. Ele deu a entender que pretende retirar todas as tropas americanas do Oriente Médio, algo que vinha sendo especulado há meses.

Emendou uma citação das Escrituras: “A Bíblia nos diz: como é bom e agradável quando o povo de Deus vive junto, em unidade”. Logo em seguida asseverou: “Não devemos ter medo. Estaremos sempre protegidos [pelas forças da lei e militares] e o mais importante, seremos protegidos por Deus”.

Encerrou pedindo que Deus abençoasse os Estados Unidos e “a todos”. A invocação do nome de Deus foi uma constante na cerimônia de hoje. Ao todo foram 4 pastores, um bispo católico e um rabino fazendo orações e pedindo a bênção sobre o presidente e o país.

Discurso de posse


Use o tradutor: Clique na botão 'Detalhes' com símbolo de ignição e selecione 'Legendas', depois 'Inglês'. Volte em Legendas clique em 'Traduzir automaticamente' e selecione o idioma de sua escolha.


Esquema de Segurança


Mais de 4 quilômetros quadrados serão fechados para o tráfego de automóveis, criando uma barreira de proteção em torno da cerimônia de posse, que terá um sistema de segurança bastante reforçado em diversos lugares da cidade e principalmente nos locais próximo a posse, com atiradores de elite nas sacadas dos prédios públicos,todos em alerta e equipados. As agências responsáveis pela segurança do evento preveem cerca de 1 milhão de pessoas em Washington, além de manifestações - contrárias e a favor - em todo o país. Segundo o Serviço Nacional de Parques.

Protestos


Apesar de um forte esquema de segurança, à sete quarteirões  um dos 60 grupos de manifestantes  esse maior, com aproximadamente 500 manifestantes quebrou também janelas de uma agência do Bank of America e de restaurantes das redes McDonald's e Starbucks.  Já os protestos contra a ascensão do republicano ao poder foram inéditos em Washington D.C., mas não ficaram restritos apenas ás ruas da capital norte-americana. Foram registradas manifestações em Londres, no Canadá e no México.



FonteR7.com | Jornal do Brasil | Gospel PrimeFotoRep. Emissoras de Tv's
Donald Trump toma posse dos EUA, uma grande potência Donald Trump toma posse dos EUA, uma grande potência  Reviewed by Walter Rafael on 1/21/2017 12:33:00 PM Rating: 5

WRB nas redes sociais