Avanço da Medicina Chinesa na troca de vértebras com CA por titânio


O Hospital Changzheng, de Xangai, na China, divulgou recentemente que fez uma cirurgia inédita no mundo: foram substituídas seis vértebras da coluna de uma mulher por modelos de titânio feitos em impressora 3D. Mesmo em casos como esse, que  o câncer ataca a cartilagem normalmente encontrada entre os ossos.

Em maio de 2017, uma jovem de 28 anos chamada Xiao Wen foi diagnosticada com condrossarcoma, um tipo raro de tumor maligno que afeta a extremidade dos ossos, principalmente na região dos ombros, costelas e costas. É um câncer que ataca a cartilagem normalmente encontrada entre os ossos.  Já o cirurgião explicou que optou pelo tratamento não convencional porque os métodos atuais (quimioterapia e radioterapia) não iriam acabar com o câncer da paciente. E como a condrossarcoma é uma doença de progresso rápido, foi preciso agir com extremam agilidade.

Para conseguir os modelos a serem transplantados, a parte superior da coluna da mulher foi totalmente mapeada e depois impressa em uma impressora 3D. Depois, uma cirurgia de 13 horas de duração fez a troca dos ossos afetados pelas ligas de titânio, na esperanla que o condrossarcoma não se espalhe para órgãos saudáveis de seu corpo.  Como a cirurgia ainda é recente, a jovem ainda está se recuperando dos procedimentos. Ela ainda não tem uma total mobilidade do pescoço, mas já está podendo ficar em pé e caminhar.

Titânio


O titânio é um elemento químico de símbolo Ti, número atômico 22 com massa atômica 47,90 u. Trata-se de um metal de transição leve, forte, cor branca metálica, lustroso e resistente à corrosão, sólido na temperatura ambiente.  O ponto de Afusão do titânio puro é 1724 °C, portanto superior ao do ferro (cerca de 1520 °C) e muito superior ao do alumínio (660 °C)..

Titânio pode se tornar passivo e assim, exibir um alto grau de imunidade a ataques pela maioria dos ácidos minerais e cloretos. Titânio é não-tóxico e geralmente biologicamente compatível com ossos e tecidos humanos. Excelente resistência a corrosão  e biocompatibilidade juntamente com força tornam o titânio e suas ligas úteis em aplicações químicas e petroquímicas, ambientes marinhos e aplicações  biomateriais. Titânio não é um bom condutor de eletricidade. Se a condutividade do cobre é considerada como 100%, titânio teria uma condutividade de 3,1%. Daqui decorre que titânio não seria usado onde boa condutividade é um fator primordial.



Fontewww.megacuriosidades.com.br FotoMega Curiosidade
Avanço da Medicina Chinesa na troca de vértebras com CA por titânio Avanço da Medicina Chinesa na troca de vértebras com CA por titânio Reviewed by Walter Rafael on 8/18/2017 11:18:00 AM Rating: 5

WRB nas redes sociais